ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
DEZEMBRO, SEXTA  08    CAMPO GRANDE 33º

Política

Poucos políticos prestigiam desfile de aniversário na Rua 13 de Maio

Capitão Contar (PRTB), foi o único candidato ao governo de MS, que compareceu no evento

Izabela Cavalcanti e Jéssica Benitez | 28/08/2022 09:37
Vereador Edu Miranda (Patriota); deputado federal Vander Loubet (PT); deputado Estadual Lídio Lopes (Patriota) e a prefeita de Campo Grande, Adriane Lopes (Patriota) (Foto: Henrique Kawaminami)
Vereador Edu Miranda (Patriota); deputado federal Vander Loubet (PT); deputado Estadual Lídio Lopes (Patriota) e a prefeita de Campo Grande, Adriane Lopes (Patriota) (Foto: Henrique Kawaminami)

Durante o Desfile Cívico-Militar, em comemoração aos 123 anos de Campo Grande, poucos políticos compareceram ao evento para celebrar o ato. Além deles, secretários também prestigiam evento. O governador do Estado, Reinaldo Azambuja, também não foi ao desfile.

No palanque, além da prefeita Adriane Lopes (Patriota), também está o deputado estadual, Lídio Lopes (Patriota); deputado Federal, Vander Loubet (PT); e os vereadores Edu Miranda (Patriota); Vitor Rocha (PP); William Maksoud (PTB); Ronilço Guerreiro (Podemos); e Epaminondas Neto, o Papy (Solidariedade).

Capitão Contar aproveitou desfile para fazer campanha ao governo. (Foto: Henrique Kawaminami)
Capitão Contar aproveitou desfile para fazer campanha ao governo. (Foto: Henrique Kawaminami)

Com as eleições se aproximando, o único candidato ao governo encontrado pela reportagem do Campo Grande News, foi o Capitão Contar (PRTB). Na ocasião, ele aproveitou para ficar em meio à multidão, cumprimentando as pessoas.

Pesquisa Novo Ibrape/Campo Grande News, do dia 22 de agosto, revela que Contar está entre os quatro últimos a ser escolhido para governar Mato Grosso do Sul, a partir de 2023.

No levantamento, Contar aparece com 10,9%; Giselle Marques (PT), surge com 2,8%. Adonis Marcos tem 0,7% e Magno Souza, 0,5%.

Diante do cenário, o candidato ao governo diz que não está se baseando no resultado das pesquisas. “Não estou me baseando em pesquisa, estou medindo pela reflexão das pessoas nas ruas. Se em 2018 veio a onda bolsonarista da renovação, em 2022 vai ser um tsunami”, destaca.

Questionado sobre a falta de apoio do presidente Jair Bolsonaro (PL), Contar disse que a situação já está clara. “O Bolsonaro não declarou apoio a ninguém, ele está neutro.

Além de políticos, alguns secretários também marcaram presença. O secretário municipal de obras, Rudi Fiorese; o secretário municipal do Meio Ambiente e Gestão Urbana, Luís Eduardo da Costa; além do comandante-geral da Polícia Militar, Marcos Paulo Gimenez.

Nos siga no Google Notícias