A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

23/07/2016 13:12

PPS oficializa Athayde Nery como candidato a prefeito da Capital

Ricardo Campos Jr. e Aline dos Santos
Athayde saiu vitorioso na votação dos companheiros e será candidato a prefeito (Foto: Alcides Neto)Athayde saiu vitorioso na votação dos companheiros e será candidato a prefeito (Foto: Alcides Neto)
Boletos de anuidades que teriam sido pagos por membros favoráveis a Athayde Nery (Foto: Direto das Ruas)Boletos de anuidades que teriam sido pagos por membros favoráveis a Athayde Nery (Foto: Direto das Ruas)

Com 218 votos a favor e 94 contra, os filiados ao PPS (Partido Popular Socialista) decidiram pela candidatura de Athayde Nery à Prefeitura de Campo Grande. Um grupo encabeçado pela vereadora Luiza Ribeiro tentou convencer o grupo a optar pela coligação com o PP (Partido Progressista) pregando coerência, para que o partido seguisse aliado a Alcides Bernal.

A militante do movimento LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgêneros) Cris Stefanny denunciou o pagamento de anuidades atrasadas pela equipe de Nery no intuito de favorecê-lo. Segundo ela, só poderiam participar da decisão aqueles que estivessem em dia e um levantamento feito a poucos dias da convenção mostrou que havia vários em atraso.

Entretanto, várias guias teriam amanhecido pagas neste sábado, segundo Cris, com dinheiro do grupo que defende o secretário estadual de Cultura, atualmente afastado em razão de ser pré-candidato.

Luiza disse que não vai contestar o resultado da votação, mas irá denunciar um dos membros do diretório municipal ao conselho de ética do partido que segundo ela teria feito os pagamentos. Ela lamentou a posição do partido em ir em sentido oposto ao atual prefeito Alcides Bernal.

Já Nery disse que não existe regra que impeça os inadimplentes de votarem. A única restrição é para filiados há menos de um mês. Sobre a vitória, disse que pretende fazer uma campanha montada sobre o tripé transparência, eficiência e rapidez. 

Ele nega que o lançamento de chapa pura seria para favorecer Rose Modesto (PSDB) na disputa e espera que ela o apoie no segundo turno.

Nery também disse que, caso eleito, não disputará reeleição em 2020, porque segundo ele dois mandatos seguidos favorece a corrupção. Sobre o vice, disse que irá procurar partidos como PV (Partido Verde), Rede, Psol (Partido Socialismo e Liberdade) e não descarta a hipótese de chapa pura. 

Durante a votação a vitória dele já transparecia nas palavras dos que usaram a tribuna para discursar, pelos abraços e palavras de apoio que recebia.

Tanto Luiza como Nery concordavam em lançar chapa pura para a Câmara, com uma lista de 44 nomes para a disputa.



ATHAYDE NERY é um daqueles que votaram pelo aumento dos salários dos vereadores de 9 mil para 15 mil reais.
 
Brunno Guimarães em 24/07/2016 20:41:26
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions