A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Agosto de 2017

16/07/2016 12:26

Rachado, PPS de Luiza Ribeiro e Athayde Nery diverge sobre o apoio a Bernal

Alberto Dias

O Partido Popular Socialista (PPS) está rachado, frente a possíveis coligações em Campo Grande. No diretório municipal, a turma da vereadora Luiza Ribeiro quer prosseguir com o apoio ao Partido Progressista (PP), para a reeleição do prefeito Alcides Bernal, enquanto o ex-secretário de Cultura e Turismo, Athayde Neri, defende seu nome para candidatura própria na disputa à Prefeitura, com chapa majoritária.

Na sexta-feira (15), a Executiva Estadual do PPS divulgou apoio irrestrito à pré-candidatura de Athayde Nery para a prefeitura de Campo Grande. Após a notícia, os grupos do partido que apoiam Bernal começaram a se manifestar nas redes sociais e grupos de Whats App.

Uma delas foi a transsexual Cris Stefanny, filiada há seis anos e pré-candidata a vereadora, que reclama de um suposto autoritarismo de Nery que, segundo ela, "estaria tomando decições sem consultar as demais lideranças da sigla". Já Luiza Ribeiro, confirma as informações, e diz não estranhar tais divergências, pois "considera o debate democrático". Mas, para ela, enfraquecer o Bernal "é contrariar o caminho construído até agora", desde a aliança foi firmada, durante o segundo das últimas eleições municipais.


Por fim, Luiza ressalta que os impasses serão resolvidos na convenção do partido, prevista para o próximo sábado (23), mas ainda passível de alteração. "Já que as convenções podem acontecer até 5 de agosto, preferimos ter mais tempo para dialogar com outros partidos", finalizou a vereadora. Para ela, a prioridade inicial é tentar alterar a data da convenção para possibilitar diálogos com outros partidos que possibilitem ao PPS cumprir a meta de eleger três vereadores pela legenda em outubro. 




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions