A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

17/07/2013 12:35

Prefeito de Ponta Porã vai investir R$ 101 milhões em moradias, saúde e asfalto

Aline dos Santos
Conforme prefeito, R$ 90 milhões são para construção de 1.515 casas.(Foto: Fonteira Agora)Conforme prefeito, R$ 90 milhões são para construção de 1.515 casas.(Foto: Fonteira Agora)

Comemorando 101 anos amanhã, o município de Ponta Porã vai receber investimentos de R$ 101 milhões em moradia, saúde e asfalto. De acordo com o prefeito Ludimar Novais (PPS), o maior valor vai para a área de habitação. “São R$ 90 milhões para construção de 1.515 casas”, afirma.

Na campanha eleitoral, uma das propostas era reduzir o déficit habitacional de 4 mil moradias à metade. Perto da meta de edificar dois mil imóveis, o prefeito afirma que o contrato para a construção das demais unidades será assinado em breve.

Os investimentos em habitação serão feitos em parceria com o governador André Puccinelli (PMDB). O Governo do Estado entra como parceiro para reduzir o déficit habitacional em Ponta Porã. 

Na área de saúde, o Ministério da Saúde autorizou o repasse de R$ 3,2 milhões para construção de seis unidades básicas. Duas vão abrigar locais que hoje funcionam em imóveis alugados e outras quatro vão reforçar a rede de atendimento. O montante também será utilizado para custear reforma e ampliação.

Conforme o prefeito, o assentamento Itamarati terá a construção de uma unidade mista de saúde, com recursos de R$ 1,2 milhão. O município também vai comprar uma ambulância, com investimento de R$ 160 mil.

O pacote de obras ainda inclui R$ 7,3 milhões para drenagem e pavimentação em sete bairros. “São 82 mil metros quadrados de pavimentação e as obras começam neste semestre”, afirma.

Os presentes para a cidade ainda incluem lançamento de sistema apostilado de ensino para séries iniciais e um projeto de R$ 3 milhões para manejo, cultivo e comercialização da erva-mate. O “ouro verde” está na história econômica da cidade, conhecida como “Princesinha dos Ervais”.

Ludimar Novais, que era vereador e venceu as eleições para prefeito, conta que encontrou a administração municipal com os salários em dia e décimo terceiro pago. São 3.200 servidores municipais em Ponta Porã.

Para o prefeito, os únicos dissabores na transição de poder foram as descobertas de parcelamentos em longo prazo com a Sanesul (Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul) e Previporã, o instituto de previdência municipal. Este último, no valor de R$ 4 milhões.

Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...
Assembleia vota Orçamento de R$ 14,4 bilhões de 2018 na terça-feira
O Orçamento de R$ 14,4 bilhões do Governo de Mato Grosso do Sul para 2018 passará pela votação em segunda discussão na terça-feira (19) na Assembleia...


Olha... está difícil de acreditar viu... Quem entra em Ponta Porã, vê a av, Brasil toda iluminada e pintadinha e tal (isso a gente conhece como enfeitar a noiva). Mas quem anda nos bairros vê a calamidade que está. sem manutenção nos asfaltos, iluminação nem pensar e a falta de segurança então? O que o turista que chega ele entra no Shopping China ou vai até o centro e vira a esquerda entrando no Paraguai.. É uma pena uma cidade tão bonita estar nessa situação.
 
Carlos Augusto de Miranda em 20/07/2013 10:58:51
O município vai receber!!! Mas será que saberá usar para os fins a qual está sendo informado? Não estão conseguindo nem iluminar a cidade até agora.
 
GILBERTO OLIVEIRA em 17/07/2013 16:30:24
Ele podia aproveitar e asfaltar o trecho sem asfalto da Avenida Guia Lopes, que é um terror. A avenida toda é asfaltada e de repente, acaba o asfalto e depois volta, fazendo com que os carros tenham que fazer um grande desvio. Por favor Ludimar, nos atenda!
 
José C. Silva em 17/07/2013 16:15:27
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions