ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, DOMINGO  21    CAMPO GRANDE 23º

Política

Prefeito diz que Orçamento 2014 pode sofrer alterações caso haja erro

Jéssica Benitez | 12/09/2013 13:02
Bernal assume que Orçamento pode sofrer alterações (Foto: Marcos Ermínio)
Bernal assume que Orçamento pode sofrer alterações (Foto: Marcos Ermínio)

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), afirmou que o Orçamento Municipal 2014 enviado à Câmara Municipal pode sofrer alterações. Segundo o progressista o Executivo encaminhou o texto proposto não foi fechado para a Casa de Leis.

“Não é definitivo, não é imutável, vamos discutir, manter o diálogo e definir o que for melhor para Campo Grande”, explicou Bernal. Segundo o vice-presidente da Comissão Permanente de Finanças e Orçamento, vereador Flávio César (PTdoB), há várias “discrepâncias” no projeto e, portanto, a pasta deve pontuar e sugerir em relatório o que pode ser alterado.

Um dos erros, por exemplo, é o fato de a Prefeitura não ter enviado o orçamento detalhado das Secretarias Municipais da Mulher e da Juventude. A principal insatisfação da Câmara com o orçamento está relacionado ao percentual de crescimento estipulado pelo prefeito para o duodécimo.

Enquanto o valor global do Orçamento do Município para 2014 teve reajuste de 6,8% na proposta apresentada por Bernal, o valor inserido no projeto para a Câmara teve elevação de apenas 0,9%.

Isso significaria um acréscimo de apenas R$ 1,1 milhão, o que, segundo o presidente Mario Cesar (PMDB), seria insuficiente para as despesas da Câmara e resultaria, inclusive, na impossibilidade de concessão de reajuste para os servidores municipais.

No projeto de Orçamento enviado por Bernal, o valor do duodécimo da Câmara vai a R$ 56,5 milhões. A Câmara tem no atual exercício duodécimo de R$ 55,4 milhões.

Nos siga no Google Notícias