A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

12/09/2013 13:02

Prefeito diz que Orçamento 2014 pode sofrer alterações caso haja erro

Jéssica Benitez
Bernal assume que Orçamento pode sofrer alterações (Foto: Marcos Ermínio)Bernal assume que Orçamento pode sofrer alterações (Foto: Marcos Ermínio)

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), afirmou que o Orçamento Municipal 2014 enviado à Câmara Municipal pode sofrer alterações. Segundo o progressista o Executivo encaminhou o texto proposto não foi fechado para a Casa de Leis.

“Não é definitivo, não é imutável, vamos discutir, manter o diálogo e definir o que for melhor para Campo Grande”, explicou Bernal. Segundo o vice-presidente da Comissão Permanente de Finanças e Orçamento, vereador Flávio César (PTdoB), há várias “discrepâncias” no projeto e, portanto, a pasta deve pontuar e sugerir em relatório o que pode ser alterado.

Um dos erros, por exemplo, é o fato de a Prefeitura não ter enviado o orçamento detalhado das Secretarias Municipais da Mulher e da Juventude. A principal insatisfação da Câmara com o orçamento está relacionado ao percentual de crescimento estipulado pelo prefeito para o duodécimo.

Enquanto o valor global do Orçamento do Município para 2014 teve reajuste de 6,8% na proposta apresentada por Bernal, o valor inserido no projeto para a Câmara teve elevação de apenas 0,9%.

Isso significaria um acréscimo de apenas R$ 1,1 milhão, o que, segundo o presidente Mario Cesar (PMDB), seria insuficiente para as despesas da Câmara e resultaria, inclusive, na impossibilidade de concessão de reajuste para os servidores municipais.

No projeto de Orçamento enviado por Bernal, o valor do duodécimo da Câmara vai a R$ 56,5 milhões. A Câmara tem no atual exercício duodécimo de R$ 55,4 milhões.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions