A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 21 de Agosto de 2019

28/05/2019 18:38

Prestes a ser solto, Beto Mariano deixa fórum da Justiça Federal

Servidor da Agesul foi beneficiado por habeas corpus do TRF-3; João Amorim também será solto

Humberto Marques e Geisy Garnes
Viatura do sistema prisional estadual levou Mariano de volta ao Centro de Triagem; Giroto segue sendo ouvido. (Foto: Geisy Garnes)Viatura do sistema prisional estadual levou Mariano de volta ao Centro de Triagem; Giroto segue sendo ouvido. (Foto: Geisy Garnes)

Deixou há pouco o fórum da Justiça Federal em Campo Grande o servidor Wilson Roberto Mariano, o Beto Mariano, preso durante a Operação Lama Asfáltica que foi beneficiado com um habeas corpus do TRF-3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região). Funcionário da Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) prestou depoimento em ação referente à ação e foi levado de volta ao Centro de Triagem Anizio Lima, onde permaneceu nos últimos 384 dias.

Além de Mariano, levado por uma viatura do sistema prisional estadual, o ex-secretário de Obras Públicas e Transportes, Edson Giroto, também compareceu à 3ª Vara Federal, onde é ouvido neste momento. Giroto tenta a liberdade no STJ (Superior Tribunal de Justiça), depois de ser condenado em primeira instância em ação da Lama que apurou ocultação de bens referente a uma fazenda, que teria sido registrada em nome de “laranjas”.

Mariano e o empresário João Alberto Krampe Amorim dos Santos, outro preso no Centro de Triagem, foram beneficiados com habeas corpus no TRF-3. A avaliação da 5ª Turma da Corte, seguindo entendimento do relator, o desembargador federal Paulo Fontes, é que a prisão preventiva se estendeu por tempo excessivo sem que a ação tivesse caminhado.

A decisão também favoreceu Elza Amaral e Mariane Mariano –que cumpriram medidas restritivas de liberdade. Beto Mariano deve retornar ao Centro de Triagem antes do cumprimento da ordem do TRF.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions