A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

18/04/2015 09:34

Prisão de político ao extorquir vereador expõe rede de prostituição

Aline dos Santos e Edivaldo Bitencourt
Robson foi candidato a deputado estadual em 2014 (Foto: Facebook)Robson foi candidato a deputado estadual em 2014 (Foto: Facebook)

O ex-vereador de Campo Grande, Robson Martins, foi preso em flagrante por extorsão que estaria ligada à rede de prostituição. A denúncia da cobrança de dinheiro foi feita pelo vereador José Alceu Padilha Bueno (PSL). Já a informação de prostituição circula nas rede sociais.

Na última quinta-feira, a polícia monitorou um encontro entre Martins, o empresário Luciano Roberto Pageu e Alceu Bueno na praça de alimentação do Hipermercado Walmart, na Capital.

Em seguida, os três foram para o estacionamento. Luciano pegou um pacote no carro de Alceu Bueno. O conteúdo era R$ 15 mil, distribuídos em 300 cédulas de R$ 50. Robson e Luciano foram presos em flagrante.

A prisão foi convertida em preventiva pelo juiz da 5ª Vara Criminal, Waldir Peixoto Barbosa. Conforme o magistrado, o caso tem conexão com um processo que tramita sob sigilo na 7ª Vara Criminal.

De acordo com o titular da DPCA (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente), Paulo Sérgio Lauretto, mais informações sobre o caso só serão divulgadas na quarta ou quinta-feira, após o feriadão de Tiradentes. As informações preliminares são de rede de prostituição envolvendo adolescentes. O delegado não revela o número de envolvidos, mas promete revelar todos os nomes. "Não vamos acobertar ninguém", garantiu.

Em 2003, Martins, que ainda exercia mandato de vereador, foi denunciado por exploração sexual infantil e renunciou ao mandato. Ele foi absolvido pela TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), mas teve a carreira política fragilizada, não conseguindo novo mandato.

Luciano Roberto Pageu tem uma agência de publicidade em Campo Grande, cujo nome fantasia é Grupo Altar. A defesa entrou com pedido de liberdade provisória para os presos. O Campo Grande News procurou o advogado Ramão Sobral, que assina os dois pedidos, porém não conseguiu contato.

Vereador pela primeira vez, Alceu Bueno, que é evangélico, confirmou ter feito a denúncia de extorsão. Segundo ele, tentaram extorquir um homem de bem. A exigência foi por um valor 50% a mais do que os R$ 15 mil, em torno de R$ 25 mil.

O parlamentar salienta que só aceitou participar do flagrante porque não tem relação com a denúncia. O vereador não confirmou que a extorsão envolvia exploração sexual infantil.

Robson Martins é absolvido da acusação de compra de voto
O ex-vereador Robson Martins (PMDB) foi absolvido pelo TRE/MS (Tribunal Regional Eleitoral) das acusações de compra de votos e de apropriação indébit...
PF apreende R$ 5 mil e prende mulher de Robson Martins
A Polícia Federal apreendeu R$ 5 mil junto com lista com nome de eleitores, material de campanha, e uma caixa de som, em um carro estacionado na gara...
Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions