A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

25/01/2016 21:08

Procurador Geral anuncia apoio ao Adjunto que se desincompatibiliza dia 29

Flávio Paes/Thiago de Souza
Procurador-Geral de Justiça, Humberto Brites (Foto:Alan Nantes)Procurador-Geral de Justiça, Humberto Brites (Foto:Alan Nantes)
Procurador-adjunto vai ser candidato a procurador geral de Justiça (Foto:Alan Nantes)Procurador-adjunto vai ser candidato a procurador geral de Justiça (Foto:Alan Nantes)

Embora a eleição seja só em abril e o período de registro dos candidatos esteja marcado para o período de 17 a 19 de fevereiro, o atual procurador-geral adjunto de Planejamento e Gestão Institucional será candidato e conta com o apoio do atual procurador-geral Humberto Brites.

Pela primeira vez, poderão se candidatar os promotores de Justiça, prerrogativa que até então era exclusiva dos 31 procuradores de Justiça. 

Paulo Cezar Passos, presente à solenidade de posse do novo presidente da OAB/MS, confirmou que deixa o cargo no próximo dia 29 para se desincompatibilizar e entrar na campanha. O procurador-geral é escolhido pelo governador, a partir de uma lista tríplice eleita pelos membros do Ministério Público. Normalmente, o escolhido recai sobre o mais votado.

Dar maior visibilidade as ações do MP, não só em Campo Grande, mas em todo o Estado, é uma das bandeiras que pretende defender junto aos colegas. "Muita gente ainda desconhece que o GAECO faz parte do Ministério Público", numa alusão ao Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado, responsáveis por operações como a coffe break.

Já o atual procurador-geral diz que optou pela candidatura de Paulo Cezar, porque "será o procurador-geral mais preparada da história do Ministério Público de Mato Grosso do Sul".

Temer diz que adiamento da reforma da Previdência foi 'ótimo' para ganhar votos
O presidente Michel Temer procurou mostrar otimismo ao falar sobre a reforma da Previdência ao dar posse ao deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) c...
Diretor da PF entrega ao STF relatório de investigação sobre ministros
O diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, entregou hoje (15) à ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), um re...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions