A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Agosto de 2017

25/08/2015 09:57

Procuradores discutem quem assume prefeitura e Câmara da Capital

Edivaldo Bitencourt e Leonardo Rocha
Equipe do Gaeco deixa  a Câmara Municipal (Foto: Fernando Antunes)Equipe do Gaeco deixa a Câmara Municipal (Foto: Fernando Antunes)

Uma reunião de emergência discute quem vai assumir o comando da Prefeitura Municipal de Campo Grande e da Câmara dos Vereadores. O objetivo é saber quais os encaminhamentos serão dados após o afastamento do prefeito Gilmar Olarte (PP) e do presidente do legislativo, Mario Cesar Oliveira (PMDB).

A reunião acontece no gabinete da presidência da Câmara e conta com a participação do procurador-geral do município, Fábio Castro Leandro, do procurador jurídico da Câmara, Fernando Pineis, e do primeiro vice-presidente do legislativo, Flavio Cesar (PTdoB).

Como houve o afastamento de Olarte, o grupo discute quem assume a prefeitura da Capital. Pela LOM (Lei Orgânica do Município), o prefeito será o primeiro vice-presidente, Flavio Cesar. O presidente do legislativo é o segundo vice-presidente, Thaís Helena (PT).

Ao deixar a Câmara, o promotor Marcos Alex Vera, do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), afirmou que só cumpriu as decisões da Justiça. O Tribunal de Justiça não determinou quem assume os cargos.

Olarte e Mario Cesar são alvos da Operação Coffee Break, que apura os crimes de corrupção passiva e ativa e compra de votos para aprovar a cassação do prefeito Alcides Bernal (PP).

A sessão começou há pouco e conta com a presença dos vereadores: Eduardo Romero (PTdoB), Herculano Borges (SD), Chiquinho Telles (PSD), José Chadid (sem partido), Magali Picarelli e Loester Nunes, do PMDB, Cazuza (PP), João Rocha (PSDB), Thaís Helena, Luiza Ribeiro (PPS), Carla Stephanini (PMDB), Ayrton Araújo (PT) e Francisco Luís Saci (PRTB).

Ainda tem o que entregar sobre Michel Temer em delação, diz Funaro
O corretor de valores Lúcio Bolonha Funaro, preso na Papuda, em Brasília, disse nesta quarta (16) que "ainda tem" o que entregar sobre o presidente M...
Sem consenso, Câmara adia votação da reforma política
Sem consenso e diante de muita polêmica, o plenário da Câmara dos Deputados adiou na noite desta quarta-feira (16) a votação do texto-base de parte d...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions