A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Agosto de 2017

05/08/2015 10:30

Professores voltam a protestar e presidente da Câmara se reúne com ACP

Edivaldo Bitencourt e Antonio Marques

Cerca de 150 professores voltaram a realizar novo protesto, na manhã de hoje (5), na Câmara Municipal. Após distribuir cafezinho, em novo protesto para lembrar a Operação Lama Asfáltica, a direção da ACP (Sindicato Campo-Grandense dos Profissionais da Educação Pública) participa de reunião a portas fechadas com o presidente do legislativo, vereador Mario Cesar Oliveira (PMDB).

Ontem, no retorno dos trabalhos no segundo semestre, os professores e populares fizeram protesto na Câmara Municipal. A sessão demorou aproximadamente 30 minutos, contra a média de até quatro horas. Houve confronto entre os manifestantes e os guardas municipais. Um professor foi detido e quatro docentes fizeram boletim de ocorrência em que acusam os agentes de agressão.

Nesta quarta-feira, eles voltaram a servir cafezinho na frente da Câmara Municipal. O número de guardas municipais presentes é inferior ao registrado ontem, quando 60 agentes reforçaram a segurança.

O presidente da ACP, Geraldo Alves Gonçalves, e outros professores estão reunidos na sala da presidência com Mario Cesar. O magistério cobra reajuste de 13,01% no salário, que vai representar o pagamento do piso nacional para a jornada de 20 horas. Os professores estão em greve desde 25 de maio deste ano.

O vice-presidente, Flavio Cesar (PTdoB) comanda os trabalhos e a sessão é tranqüila.

Vestidos de preto e com cartazes, professores protestam na Câmara (Foto: Marcos Ermínio)Vestidos de preto e com cartazes, professores protestam na Câmara (Foto: Marcos Ermínio)



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions