A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

07/08/2012 12:19

Projeto quer proibir celular e eletrônico em escolas públicas e particulares

Fabiano Arruda
Projeto foi apresentado hoje pelo deputado Antônio Carlos Arroyo. (Foto: Divulgação)Projeto foi apresentado hoje pelo deputado Antônio Carlos Arroyo. (Foto: Divulgação)

Celulares e aparelhos eletrônicos, comuns nas mãos da garotada, podem ser proibidos em escolas públicas e particulares, do ensino infantil ao médio, de Mato Grosso do Sul.

É o que prevê projeto apresentado pelo deputado estadual Antônio Carlos Arroyo (PR) na sessão desta terça-feira da Assembleia Legislativa.

A iniciativa quer vetar dos estabelecimentos educacionais, durante o horário das aulas, uso do celular e outros aparelhos eletrônicos portáteis de acesso à internet ou sons e imagens.

Na lista de “brinquedos proibidos” aparecem ipods, tablets, smartphones, MP3 e MP4. Os aparelhos seriam vetados não só nas escolas como em salas de bibliotecas e outros espaços de estudo.

A exceção, conforme previsto na matéria que começou a tramitar hoje na Casa de Leis, fica nos casos de autorização da escola para fins pedagógicos ou situação excepcional.

O deputado ainda sugere que a proibição ocorra em unidades que possuam telefônico fixo, para que os alunos acionem os pais em casos de emergência, e frisa no texto que o porte dos aparelhos é permitido desde que fiquem desligados.

As diretorias das escolas ficariam incumbidas de fazer a lei ser aplicada, caso seja aprovada e sancionada. Pelo projeto, o Governo do Estado pode conceder 90 dias para adequação dos estabelecimentos de ensino antes da validação da lei.

Uma das justificativas do projeto é que o uso do celular no ambiente escola “compromete o desenvolvimento e a concentração dos alunos”, visto que são “preocupantes os relatos de professores e alunos de como é comum o uso de celular dentro das salas de aula”.



a unica forma de poder dar alguma opinião sobre o assunto é se você vive o problema, caso contrario especulações e suposições são infundadas! a escola onde eu leciono usa de tecnologias como televisores, que também são monitores além de outras funções, computadores e notebooks, câmeras instaladas, ar condicionado em todas as salas, wifi e é uma escola pública no interior do Mato Grosso, leciono à 8 anos e posso garantir que o celular interfere sim e muito na atenção dos alunos, e pra emergências meus amigos é claro que tem o telefone fixo da escola. FALA SERIO NÃO TEM COMO A ESCOLA TRABALHAR HOJE SEM USO DA TECNOLOGIA.
 
Marcio Fernandes em 31/01/2013 07:42:37
Minha opinião sobre o uso de aparelho celular na escola
Proibir completamente não será a melhor saída pra resolução dos problemas de ambas as partes, porque professores e alunos precisam dos aparelhos celulares, Aliás, todos os componentes de uma escola desde o a diretoria até a área dos serviços gerais precisam de celular isso está bem claro e evidente e é indiscutível, seja para ser avisado sobre alguma emergência decorrente com algum parente, ser informado sobre o estado de um parente doente, resolver problemas do dia-a-dia, e se alguém da minha família morrer? Eu só vou saber depois de quanto tempo? E se alguém que eu conheça estiver passando mal? Nos nunca sabemos quando iremos precisar de um celular e também não sabemos pra que iremos precisar isso não significa que os alunos não possam usar seus celulares no modo silencioso sem incomodar o professor que está dando a sua aula, então são várias situações e casos que precisam ser analisados com cuidado antes de proibir o uso do aparelho celular nas escolas, mas em minha opinião é uma questão de cada escola estabelecer suas regras sobre o uso do celular, mas não deixando seus alunos se acesso ao seu aparelho celular e estabelecer também punições aos alunos que não estão seguindo as regras da escola, mas o uso do celular é indispensável em varias situações. Vivemos em um mundo em que a tecnologia avançou e não pra ficar só de enfeite, mas sim para ser usada pela geração de hoje que é a geração da tecnologia. Pesquisas comprovam que o numero de celulares de algumas cidades do mundo é quase o mesmo do número de habitantes, ao meu entender essa medida de proibição é um absurdo e o Brasil tem problemas mais sérios para serem resolvidos, e essa medida com certeza que não ajudará na melhora do desempenho dos alunos em sala. Esse desempenho depende muito das formas de ensino das escolas e da adaptação do aluno a essas formas de ensino. É a hora das escolas pensarem essas novas tecnologias nas escolas não como um inimigo, mas sim como uma forma de deixar as aulas mais interessantes e assim fatalmente prender as atenções dos alunos nas aulas, mas os governantes do Brasil não investem na educação do nosso país e por isso as escolas não se desenvolvem e nem adquirem novas tecnologias como formas de ensino e disso ninguém fala, por quê?
 
Alexandre Moura em 11/12/2012 12:51:27
Não concordo com a proibição do uso do celular no ambiente escolar, uma vez que vivemos na era das novas tecnologias de informação e comunicação, é relevante que a escola se posicione neste novo cenário da sociedade e faça uso das mídias e recursos tecnológicos a prática do professor.
 
telma pinheiro em 14/08/2012 10:25:27
A Lei é muito boa. Mas e os professores como é que ficam. tem alguns que passam atividades e ficam so no celular ou no notbook.
 
thiago souza em 07/08/2012 12:53:00
Quando estudava isso já era proibido...Agora se os alunos vão para escola e ficam brincando em sala de aula. Tenho sobrinhos adolecentes e levam celulares para escola ,a nota deles são exelentes.Agora se tem aluno fazendo baderna isso é facil de resolvere é só dar suspenção .Sinceramente tem leis mais importantes á ser feitas.
 
Tatiane Antunes em 07/08/2012 06:19:07
Isto já acontece nas escolas. Os alunos devem ficar com o celular desligado e só usar em caso de necessidade na frente de funcionários, caso necessite ligar para os pais; mas a desobediência é geral, poisem alguns casos o professor não pode virar que os mesmos abusam da autoridade e ficam de brincadeira..... o que que adianta se os próprios pais na maioria das vezes já oferecem e não educam?
 
Maria Zoé Bezerra Carvalho em 07/08/2012 05:59:19
Não sou político e a bem da verdade, também nem gosto. Mas é claro que eu não poderia deixar de externar os meus parabéns ao deputado Arroyo, pela BELISSIMA iniciativa quanto à criação do projeto que proibe, o uso de telefone celular nas escolas das redes pública e particular. Vou torcer agora, para o mesmo seja aprovado, transformado e lei e que entre o mais rápido possivel em vigor. PARABENS
 
Gilson Giordano em 07/08/2012 01:08:22
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions