A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

17/06/2009 09:33

Projeto sobre plebiscito está pronto para votação

Redação

Para o senador Valter Pereira (PMDB-MS), o resultado da votação do projeto apresentado por ele criando um plebiscito para a mudança do horário de Mato Grosso do Sul será um indicativo do que acontecerá com as outras propostas com o mesmo tema.

"O meu projeto já está pronto para ser votado em plenário. Ele vai ter que ser votado primeiro, porque entrou antes, e vai sinalizar como serão as votações das outras propostas. A matéria é polêmica", afirmou Valter Pereira ao Campo Grande News, e pode arquivar outros projetos que tentam implantar a alteração sem qualquer consulta pública.

A proposta já foi aprovada pela Comissão de Assuntos Econômicos, onde atualmente tramitam outros dois projetos sobre o assunto.

Entre os projetos semelhantes, está o do senador Arthur Virgílio (PSDB-AM) que acaba com os fusos horários dentro do Brasil instituindo uma única hora legal.

Ontem, a CAE (Comissão de Assuntos Econômicos) aprovou o projeto de Arthur Virgílio. A proposta do tucano ainda precisa passar pela Comissão de Relações Exteriores, onde terá decisão terminativa, e precisará ser aprovado também pela Câmara antes de virar lei.

A aprovação relâmpago foi atribuída pelos opositores à idéia como consequência de pressão das grandes redes de televisão, que tiveram de mudar o horário de programa por conta da reclassificação de faixa etária que começou a vigorar no ano passado e trouxe à tona a discussão sobre as diferenças regionais.

Outro projeto com o objetivo de alterar o horário de Mato Grosso do Sul é do senador Delcídio do Amaral (PT-MS). O Campo Grande News tentou falar com o congressista nesta manhã, mas ele estava em uma reunião em Brasília (DF).

O Brasil tem três fusos horários. Além da hora oficial de Brasília, existe o horário usado por Amazonas, Acre, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Roraima, com uma hora de atraso em relação à capital federal, e o horário do arquipélago de Fernando de Noronha (PE), uma hora adiantada.

Hoje o assunto foi novamente tema de debates na Assembléia Legislativa de Mato Grosso do Sul, que já realizaou, inclusive, audiência pública sobre a alteração.

Na casa, um grupo defende a mudança, outro é contra, mas 20 dos 24 deputados já assinaram documento, que deve ser enviado hoje ao Senado, onde concordam que uma consulta à população antes.

Marun ainda quer votar relatório da JBS antes de posse no ministério
Na véspera de ser empossado como ministro da Secretaria de Governo, o deputado Carlos Marun (PMDB-MS), relator da Comissão Parlamentar Mista de Inqué...
Senado aprova R$ 1,9 bi a estados para compensar desoneração de exportações
Após suspender a sessão do Congresso Nacional, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), retomou os trabalhos do plenário da Casa com o obj...
Temer discutirá data de votação da reforma da Previdência nesta quinta
O anúncio do líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), de que a votação da proposta de reforma da Previdência ficará para fevereiro causou r...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions