A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

27/09/2016 15:49

Propaganda por telemarketing e compra de votos lideram denúncias no TRE

Ricardo Campos Jr.
Propaganda por telemarketing e compra de votos lideram denúncias no TRE

Propaganda por meio de mensagens eletrônicas e telemarketing é a irregularidade que mais motiva denúncias junto ao TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral), correspondendo a 24,68% de todas as 786 infrações comunicadas ao órgão. Compra de votos, arrecadação ou gastos ilícitos vem na sequência com total de 169 casos, que correspondem a 21,5 % do total.

Um dos casos mais recentes envolvendo esse tipo de crime eleitoral é o da candidata a prefeita de Fátima do Sul Ilda Salgado Machado (PR), que aparece em um vídeo supostamente dando dinheiro a um eleitor, sugerindo que ele faça “um churrasquinho bem gostoso” com a quantia.

A coligação rival, encabeçada por Jr Vasconcelos (PSDB), encaminhou uma representação à zona eleitoral do município pedindo que o caso fosse investigado. Segundo informações do órgão, a candidata terá cinco dias para se defender a partir do momento em que for citada, ou seja, quando for comunicada a respeito da ação.

Um oficial de Justiça já está com o documento em mãos e ela deve ser contatada a qualquer momento.

Em Fátima do Sul só há um caso de compra de votos, arrecadações ou gastos ilícitos em investigação e 16 de propagandas por mensagens e telemarketing. O município concentra 2,16% de todas as denúncias feitas em Mato Grosso do Sul.

 

Propaganda por telemarketing e compra de votos lideram denúncias no TRE

Campo Grande tem 277 denúncias sendo apuradas, o que corresponde a 35,24% do total, sendo 82 relacionadas à propaganda por e-mail e telemarketing; 54 de propagandas em espaços públicos e bens comuns; 29 de propagandas por materiais gráficos feitas de forma irregular; 28 por compra de votos; 19 por reuniões políticas; 12 por propagandas com carro de som; 12 por propagandas ao longo de vias públicas; 12 por propagandas com pintura de muros ou fachadas e dez por realização de debates irregulares ou entrevistas com partidos e coligações, entre outros.

Naviraí é a segunda cidade com mais denúncias, totalizando 44 casos informados à Justiça, o que corresponde a 5,59%; seguida por Aparecida do Taboado, com 41 denúncias (5,21%); Corumbá e Dourados, com 35 (4,45%) cada; Itaquiraí, com 23 (2,92%); Três Lagoas, com 22 (2,79%); Ladário, com 20 (2,54%) e Fátima do Sul e Novo Horizonte do Sul, com 17 (2,16%) cada.

O Campo Grande News falou com representantes do PR em Fátima do Sul que prometeram conversar com a candidata e dar um retorno sobre a denúncia, mas não se manifestaram até a publicação desta reportagem.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions