A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Agosto de 2017

31/01/2015 11:46

Protesto contra Dilma surgiu de brincadeira e já tem 4,2 mil adesões

A presidente vai estar em Campo Grande na próxima 3ª para inauguração da Casa da Mulher

Juliene Katayama
Vinícius Siqueira quer expandir movimento para restante do País (Foto: Marcelo Calazans)Vinícius Siqueira quer expandir movimento para restante do País (Foto: Marcelo Calazans)
Organizadores de movimento foram às ruas para ganhar mais adeptos (Foto: Marcelo Calazans)Organizadores de movimento foram às ruas para ganhar mais adeptos (Foto: Marcelo Calazans)

O protesto contra a presidente Dilma Rousseff (PT), que vai estar em Campo Grande na terça-feira (3), surgiu de uma brincadeira entre amigos e ganhou proporções maiores. A quatro dias do evento, 4,2 mil pessoas já confirmaram presença na manifestação contra o aumento de impostos.

“No dia em que a Dilma anunciou o aumento dos impostos eu e uns amigos estávamos comentando quando um deles virou e falou: ‘duvido você criar um evento no Facebook’”, relembrou o organizador do movimento, Vinícius Siqueira. Segundo ele, em poucas horas já havia confirmação de 500 pessoas e no dia seguinte passava dos 1,5 mil adeptos.

Depois disso, Vinícius conta que começaram a aparecer pessoas de diferentes lugares dando apoio ao movimento. "Teve um cara de Três Lagoas que me pediu o número da minha conta e depositou R$ 300 para eu fazer o que quiser", disse.

Para o dia de visita da Dilma, o movimento terá um trio elétrico e o organizador ainda tenta uma surpresa. “Vamos nos concentrar às 8h no Círculo Militar e com trio elétrico vamos até onde tiver barreira”, afirmou.

Com o nome “Chega de Impostos”, o organizador enfatizou que a ideia é criar um assunto suprapartidário que possa unir a população na luta por um bem comum. “A questão tributária é suprapartidária porque todos sofrem as consequências, independente de quem votou na Dilma ou no Aécio (Neves)”, explicou Vinícius.

Além do movimento, Vinícius disse que vão tentar entregar para a presidente um projeto que reduz os impostos no País até chegar ao nível considerado justo. “Vamos entregar o projeto que reduz 1% de imposto ao ano até chegar a 25%. Hoje pagamos 41% de impostos sobre o que recebemos”, pontuou.

Dilma vai estar em Campo Grande na terça-feira para a inauguração da Casa da Mulher Brasileira, o primeiro local destinado a mulheres vítimas de violência doméstica que vai oferecer abrigo e assistência psicossocial e jurídica.




pode ter todos estes confirmados mas no dia naum chega a 500 pessoas. vai ter mais gente dando desculpa por naum ter ido do que presentes .... campograndenses costumam confirmar presença e depois dizem somente assim : não deu pra ir....
 
alamini em 31/01/2015 23:18:31
Parabéns ao Vinicius Siqueira, se pelo menos 10% da população tivesse a iniciativa dele o Brasil hoje estaria diferente.
É o cumulo viver em um pais onde um ex-funcionário publico de uma empresa estatal(PTbrás), devolve mais de 200.000.000,00 milhões de Reais de parte do montante que ele roubou e não acontece nada.
 
wild em 31/01/2015 22:27:30
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions