A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 18 de Setembro de 2018

19/06/2018 12:13

PSDB está próximo de fechar aliança com PTB, SD e PPS, diz deputado

Tucanos estão na fase de diálogo ainda com DEM, PP, PSD e PRB

Leonardo Rocha
Presidente do PSDB, o deputado Beto Pereira, falou sobre alianças (Foto: Leonardo Rocha)Presidente do PSDB, o deputado Beto Pereira, falou sobre alianças (Foto: Leonardo Rocha)

O deputado Beto Pereira, presidente estadual do PSDB, disse que o partido está perto de fechar aliança com o PTB, Solidariedade e PPS, faltando apenas as convenções para “bater o martelo”. Outras negociações ainda estão em evolução, como nos casos do PP, DEM, PSD e PRB.

“O momento é de conversa entre os partidos, discutindo o apoio para chapa majoritária e também a proporcional, algumas legendas já estão conosco faz um tempo e a tendência é continuar”, disse Beto Pereira. Ele explicou que esta é a situação do SD e PPS, enquanto que o PTB do ex-prefeito Nelsinho Trad, também tem um diálogo bem avançado.

Já outras legendas estão na fase inicial, entre elas o DEM, a quem o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), disse que estava no período de “namoro”. Beto adiantou também que no caso do PRB, que tem o senador Pedro Chaves (PRB) como principal liderança, tem uma ala dentro do partido que defende o apoio aos tucanos, mas que nada foi fechado.

Em relação ao PSD, o deputado lembrou que já existe uma aliança entre os partidos à nível nacional, e que a intenção é apenas prosseguir esta parceria no Estado. “Estamos conversando, não chegou ainda na fase de definição de indicações para chapa majoritária”, esclareceu Beto.

Outro partido que está perto do “ninho tucano” é o PP do ex-prefeito Alcides Bernal (PP), onde ele e o governador admitiram que há uma conversa “adiantada” e que podem fazer parte da mesma coligação em 2018. Questionado se o PP poderia indicar o vice, Reinaldo ponderou que esta definição ficará para um outro momento, já que existem outras aliados que também almejavam a vaga.

Beto Pereira ponderou que a prioridade é a reeleição de Azambuja, para depois começar a fechar as chapas para Senado e as coligações na proporcional, tanto para deputado estadual, como para Câmara Federal.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions