A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

16/06/2008 17:34

PT arma plano B para o caso de ficar sem Dagoberto

Redação

Caso o PT não feche com o PDT para ter o deputado federal Dagoberto Nogueira como vice para disputar a prefeitura de Campo Grande, os petistas já têm cinco nomes internos para completar a chapa.

Segundo o deputado Pedro Teruel, que será o candidato a prefeito, os principais nomes são do deputado Pedro Kemp, da ex-primeira dama Gilda Miranda, da vereadora Taís Helena e da assistente social Valdete Barros.

Teruel afirma que há, ainda, outros nomes, entre eles o da ex-secretaria de Estado de Assistência Social Heloísa Castro Berro. Por enquanto, os nomes integram as muitas conjecturas do PT que pode sair como chapa pura, aliar-se ao PDT, ao PSB, ou ao PC do B.

Por enquanto, a discussão está centrada no PDT, com o nome do deputado federal Dagoberto Nogueira para vice. O parlamentar já afirmou que busca composição com os petistas como forma de aumentar o tempo na televisão, mas quer ser o candidato a prefeito.

Caso não tenha sucesso,Dagoberto anunciou que prefere desistir da disputa a ficar com os 55 segundos que tem direito o PDT.

E, mesmo que componha com o PDT, se Dagoberto não for o vice, o PT estuda a composição apenas nos nomes dos vereadores. Outra possibilidade cogitada na proporcional são composições com o PSB, PC do B e PMN que oficialmente conferiram apoio para o PMDB do candidato à reeleição Nelson Trad Filho.

Neste ponto, o PT conta com a insatisfação dos partidos que declaram apoio ao PMDB, mas viram-se perdidos em um arco de aliança de 21 legendas.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions