A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Agosto de 2017

15/03/2014 15:50

Se PT e PDT aderirem, base de Olarte pode subir para 26 dos 29 vereadores

Josemil Arruda
Ayrton Araújo prestigiou a posse do prefeito Gilmar Olarte (Foto: arquivo)Ayrton Araújo prestigiou a posse do prefeito Gilmar Olarte (Foto: arquivo)

O líder da bancada que decretou a cassação do mandato de Alcides Bernal (PP), vereador Airton Saraiva (DEM), acredita que em breve o apoio a Gilmar Olarte (PP) passará de 23 para 26 de um total de 29 vereadores, inclusive do PT e do PDT. Com isso, a oposição a Olarte ficaria restrita a apenas três vereadores: Luiza Ribeiro (PPS), Derly dos Reis, o Cazuza (PP), e Thaís Helena (PT), ex-secretária de Assistência Social da gestão Bernal que está voltando à Câmara no lugar do suplente Marcos Alex (PT).

Airton Saraiva acredita que pelo menos dois dos três vereadores do PT darão apoio ao prefeito recém-empossado Gilmar Olarte (PP) na Câmara de Campo Grande. A permanência do petista Semy Ferraz à frente da Secretária de Infraestrutura, Transporte e Habitação (Seintrha) é um aceno nesse sentido.

Para Saraiva, pelo menos um dos vereadores do PT, Airton Araújo, já deu sinais de que é possível um entendimento. “O Airton estava presente na posse do Gilmar Olarte. Acho que dá sim pra trazer o PT”, opinou. “Zeca tem vida própria, mas acho que dá pra conversar”, acrescentou.

Um fator que estimula a participação do PT no governo de “coalizão” e na bancada de apoio na Câmara é o fato de os petistas nunca terem tido problemas com Gilmar Olarte. “A disputa foi em torno do Bernal, que já é página virada. O PT não é contra o Olarte”, argumentou.

Outro vereador que também pode integrar a base de apoio de Gilmar Olarte, conforme Saraiva, é Paulo Pedra (PDT). “Conversei bastante com o Pedra. Vou ajudá-lo, vou tentar trazê-lo para a base. Ele já me autorizou a ir conversando”, informou o democrata.

Indagado se Pedra pediu a permanência do presidente da Agência Municipal de Habitação (Emha), Dirceu Peters, Saraiva negou. “Não fez nenhuma exigência, não pediu nada”, assegurou.

Apesar de Saraiva contabilizar a possibilidade da base de Olarte ir para 26 vereadores, ele sabe que os suplentes que assumem também terão reivindicações a serem contempladas. Sabe também que não é possível a satisfação plena de todos. "É claro que teremos insatisfações, que teremos de fazer acomodações", ponderou.

 

 




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions