A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

26/09/2011 16:19

PTB traz lideranças nacionais para discutir eleições 2012 em MS

Edmir Conceição
Ivan Lo0uzada, presidente regional do PTB em Mato Grosso do Sul. (Foto: Divulgação)Ivan Lo0uzada, presidente regional do PTB em Mato Grosso do Sul. (Foto: Divulgação)

A Comissão Executiva Estadual do PTB anunciou a vinda, na sexta-feira, de lideranças nacionais do partido para discutir a estratégia petebista para as eleições municipais de 2012. O encontro do PTB será realizado no Grand Park Hotel.

Segundo o presidente regional do PTB, Ivan Louzada, o presidente nacional Roberto Jefferson estará no encontro junto com o secretário nacional, Norberto Martins, do tesoureiro-geral, Luiz Rondon, do deputado federal Antônio Brito (BA) e do vice-prefeito de Salvador, Edvaldo Brito.

“Vamos discutir as diretrizes petebistas para as eleições do ano que vem e as lideranças nacionais vão orientar os pré-candidatos e debater com eles as principais mudanças na legislação eleitoral”, disse Louzada.

Durante o encontro, também serão abonadas fichas de pré-candidatos a vereador tanto da Capital quanto do interior. “Isso inclui lideranças oriundas de outras siglas partidárias, que estão migrando para o PTB”.

“Visitamos vários municípios e articulamos estas filiações, com o objetivo de fortalecer o PTB para as eleições do ano que vem. Vamos aproveitar este grande encontro para abonar estas fichas”, diz o presidente regional da legenda petebista.

De acordo com o diretório, o objetivo do partido e ampliar a dimensão política do partido em Mato Grosso do Sul, que conta hoje com um prefeito, três vices e pouco mais de 20 vereadores no Estado. “Até agora conseguimos articular candidaturas próprias em mais de 15 municípios. A intenção do comando partidário é ampliar este número nos próximos meses”.

Segundo Ivan Louzada, Bela Vista, Aral Moreira, Aparecida do Taboado, Sonora, Porto Murtinho, Glória de Dourados e Anastácio são algumas cidades onde o PTB deve encabeçar chapa majoritária. Onde não for possível o lançamento de candidatura própria, a sigla fará alianças.

“Vamos lançar candidatos onde tivermos condições, e estamos trabalhando muito forte para isso, principalmente na composição de alianças que venham ajudar a fortalecer o partido e que sejam importantes para a disputa nos municípios”, comentou Louzada,

Temer diz que adiamento da reforma da Previdência foi 'ótimo' para ganhar votos
O presidente Michel Temer procurou mostrar otimismo ao falar sobre a reforma da Previdência ao dar posse ao deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) c...
Diretor da PF entrega ao STF relatório de investigação sobre ministros
O diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, entregou hoje (15) à ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), um re...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions