A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

30/09/2015 15:25

Puccinelli, Giroto, Amorim e Baird prestam depoimento à Força Tarefa

Paulo Yafusso e Ricardo Campos Jr.
João Baird deixa a sede do MPE, acompanhado de dois advogados (Foto: Gerson Walber)João Baird deixa a sede do MPE, acompanhado de dois advogados (Foto: Gerson Walber)

O ex-secretário estadual de Obras e ex-assessor do Ministério dos Transportes, Edson Giroto, prestou depoimento no início da tarde de hoje à Força Tarefa criada pelo MPE (Ministério Público Estadual) para investigar no âmbito estadual a Operação Lama Asfáltica. Ele permaneceu menos de uma hora na Procuradoria Geral de Justiça. Também foram ouvidos hoje o ex-governador André Puccinelli (PMDB) e os empresários João Amorim e João Baird.

A Força Tarefa criada pelo MPE é coordenada pelo promotor Thalys Franklyn de Souza, que mantém os trabalhos em sigilo sob o argumento de que é para não prejudicar as investigações. Na Lama Asfáltica, deflagrada no dia 9 de julho deste ano, Giroto foi um dos alvos e na casa dele a Polícia Federal e a CGU (Controladoria Geral da União) cumpriram mandados de busca e apreensão.

Num dos relatórios da Operação Lama Asfáltica é citado que Edson Giroto “possui forte ligação com João Amorim, obrigou a empresa Egelte a entregar a obra do Aquário do Pantanal à empresa Proteco”. O ex-secretário foi monitorado pelos policiais federais e no relatório de investigação foram anexados fotos das várias viagens que ele fez no avião que é de João Amorim e João Baird, dono da Itel Informática.

Numa das viagens, ele foi fotografado junto com a família no aeroporto de Brasília. Segundo a PF, ele usou várias vezes a aeronave dos empresários, o que para os investigadores configura-se em “vantagens indevidas obtidas em troca de desvio de recursos para a Proteco”.

Pouco depois da saída de Edson Giroto chegou à sede do MPE o empresário João Baird, dono da Itel Informática, acompanhado de dois advogados. Ele permaneceu pouco tempo no prédio e assim como fez quando prestou depoimento no Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado), ele não respondeu a nenhuma pergunta dos jornalistas.

O Gaeco apura envolvimento de empresários e vereadores na cassação do prefeito Alcides Bernal. Já a Força Tarefa investiga o desvio de recursos estaduais na execução de obras contratadas pelo Governo do Estado e a Lama Asfáltica, conduzida pelos órgãos federais, apura desvio de recursos federais por meio de fraudes em licitações e corrupção de servidores estaduais.

O Campo Grande News apurou que pela manhã o ex-governador André Puccinelli (PMDB) e o empreiteiro João Amorim, dono da Proteco, estiveram no MPE, onde também foram ouvidos pela Força Tarefa. Na Operação Lama Asfáltica, consta que ele também viajou várias vezes na aeronave de Amorim e Baird, o que se configuraria “vantagem indevida”. 



Muito bom saber que a Operação Lama Asfaltica ainda está sob investigação. Estava muito preocupada, pois há vários dias ou melhor, desde que a Operação Cofee Break começou, não havia lido e nem ouvido falar mais nada a respeito, achei que estavam usando um escândalo para encobrir o outro.Tomara os responsáveis sejam punidos de fato, pois aqui em nosso Estado as sujeiras são todas jogadas para debaixo do tapete, muita gente grande envolvida, inclusive os responsáveis em se fazer cumprir a lei.
Lembram do concurso da Assefaz????
 
zafa05 em 30/09/2015 17:10:45
Muito bom ver que a Operação Lama Asfaltica ainda está sob investigação, estava muito preocupada, pois há vários dias ou melhor depois da operação Cofee Break, não tinha lido nem ouvido falar mais nada a respeito. Tomara os responsáveis sejam punidos de fato, pois aqui em nosso Estado as falcatruas acontecem e nada é feito, jogam tudo pra debaixo do tapete. Lembram do concurso da Assefaz??? Muita gente poderosa envolvida, inclusive desembargadores.....
 
zafa05 em 30/09/2015 17:05:21
VIXI SÓ BANDIDO GRANDE HEIN?
 
Max em 30/09/2015 16:21:12
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions