A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Novembro de 2019

09/05/2013 12:28

Pucinelli garante que Dilma não foi vaiada em evento na Capital

Luciana Brazil
Dilma durante entrega de Ônibus em Campo Grande.(Foto:João Garrigó)Dilma durante entrega de Ônibus em Campo Grande.(Foto:João Garrigó)

O governador André Pucinelli (PMDB) ressaltou, na manhã de hoje, que a presidente Dilma Rousseff (PT) não foi vaiada durante sua visita a Campo Grande, na cerimônia de entrega dos 300 ônibus escolares, no dia 29 de abril. Pucinelli afirmou que aproveitou sua visita a Brasília, nesta semana, para reafirmar que o episódio estrelado por produtores rurais e indígenas não passou de discussões “normais”.

“Nem eu, nem Bernal, nem Delcídio, nem Simone fomos vaiados”, esclareceu.

O tumulto foi provocado por manifestantes pro e contra a demarcação de terras. Próximo ao palco do evento, um grupo gritava “demarcação sim”, enquanto que o grupo contrário gritava “demarcação não”.

Pucinelli chegou a chamar a atenção dos manifestantes. “Em respeito a nossa presidente nenhum dos lados se manifeste”, disse o governador no microfone.

Na manhã de hoje, durante lançamento do livro “Vozes das Artes Plásticas”, na governadoria, André fez questão de ressaltar que não houve vaias.

“Eu aproveitei a visita para reafirmar que não houve essa situação”.



Conforme Censo 2010/IBGE, os índios, apesar de representarem apenas 0,4% da população brasileira, possuem 12% do território nacional. E para que eles querem mais terras? Diga-me uma aldeia, "umazinha" sequer que os índios não dependem da bolsa esmola. Outra pesquisa feita com eles contatou que 40% dos índios não vivem nas aldeias. Índio prefere vaga na universidade (pelas cotas, claro) que terra para plantar. E plantar dá um trabaaaalho, né?!
 
RODRIGO FERREIRA em 10/05/2013 10:27:18
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions