A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

27/12/2012 10:08

Quinta-feira é dia D para definição da presidência da Câmara

Grupo que reúne maioria dos vereadores faz reunião hoje

Aline dos Santos
Comando da Câmara está em jogo. (Foto: Marcelo Victor/Arquivo)Comando da Câmara está em jogo. (Foto: Marcelo Victor/Arquivo)

A quinta-feira será o dia D das negociações para a presidência da Câmara. A eleição, marcada para primeiro de janeiro, se aproxima e acelera a construção de candidaturas. Hoje à noite, o G-18, grupo que reúne 18 dos 29 parlamentares eleitos para 2013, devem sacramentar o nome do escolhido. Por razões numéricas, o “ungido” pela maioria leva o comando do Legislativo Municipal.

No grupo, despontam aos nomes de Mário César (PMDB), Paulo Pedra (PDT), João Rocha (PSDB) e Flávio César (PTdoB). Conforme Mário César, os vereadores Flávio César e Vanderlei Cabeludo (PMDB) retornam hoje à Capital, possibilitando a escolha de quem representará o G-18. A dificuldade é o consenso, para que o grupo não sofra debandada e esvazie o poder da decisão.

Também integram o “grupo dos 18” Grazielle Machado (PR); Carlos Augusto Borges (PSB), o Carlão; Airton Saraiva (DEM); Carla Stephanini (PMDB); professora Rose Modesto (PSDB); Luiza Ribeiro (PPS); Edson Shimabukuro (PTB); Otávio Trad (PTdoB); Eduardo Romero (PTdoB); Elizeu Dionizio (PSL); Alceu Bueno (PSL);Thais Helena (PT) e Gilmar Neri da Cruz (PRB).

Na noite de ontem, o prefeito eleito Alcides Bernal (PP) se reuniu, na produtora Macarena, com vereadores. Mesmo antes de assumir a prefeitura, Bernal já sofreu derrotas na Câmara. Os vereadores congelaram o valor do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), reajustaram o salário de prefeito para R$ 20 mil, mesmo contra a vontade de Bernal, e reduziram o poder do chefe do Executivo.

Uma emenda reduziu de 30% para 5% a abertura de créditos adicionais a serem utilizados pela administração municipal, sem que a transação precise passar pela aprovação da Câmara Municipal.

Desta forma, ter um aliado na presidência da Câmara tende a tornar o cenário menos turbulento para o prefeito que assume a partir de primeiro de janeiro. O Campo Grande News apurou que participaram da reunião com Bernal os vereadores Paulo Siufi (PMDB), João Rocha, Herculano Borges (PSC), professora Rose e Paulo Pedra, além do senador Delcídio Amaral (PT). O comando da Câmara também é disputada por Edil Albuquerque (PMDB) e Jamal Salém (PR).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions