A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

19/12/2012 16:09

Bernal sofre 2ª derrota na Câmara, em sessão marcada por discussão

Fabiano Arruda
Pregando independência do legislativo e acusando Bernal de falta de diálogo com a Câmara, vereadores aprovaram emenda que reduz autonomia do prefeito eleito. (Foto: Luciano Muta)Pregando independência do legislativo e acusando Bernal de falta de diálogo com a Câmara, vereadores aprovaram emenda que reduz autonomia do prefeito eleito. (Foto: Luciano Muta)

Vereadores de Campo Grande aprovaram, na sessão desta quarta-feira, a emenda ao orçamento 2013 que reduz de 30% para 5% a possibilidade de abertura de créditos adicionais ao Orçamento municipal sem a necessidade de que as alterações passem pelo crivo do Legislativo.  Na prática foi um recado claro: sem conversar com a Casa ele terá dificuldades para governar.

A medida diminui a autonomia do prefeito eleito Alcides Bernal (PP) sobre os recursos públicos no ano que vem e foi aprovada, em primeira votação, mesmo após um pedido a cada um dos vereadores feito por Bernal, via telefone. E, numa sessão marcada por discussões acaloradas, os parlamentares impuseram, após a aprovação do congelamento do IPTU para o ano que vem, a segunda derrota do progressista na Casa. 

A aprovação do orçamento, em primeira discussão, foi encerrada por volta das 14 horas. Tudo começou com a análise de destaque para cinco emendas ao projeto, feita pela vereadora Rosiane Modesto. As cinco proposições afetam a atuação de Bernal a partir do próximo ano, como a da suplementação. Além de Rose, parlamentares como Thaís Helena (PT), Marcos Alex (PT) e Marcelo Bluma (PV), defendiam que as matérias fossem apreciadas de forma separada ao relatório do orçamento.

O pedido de destaque foi colocado em votação e rejeitado pela maioria. Dez vereadores votaram favoráveis: Flávio César (PTdoB), Magali Picarelli (PMDB), Mário César (PMDB), Loester Nunes (PMDB), Vanderlei Cabeludo (PMDB), Cristóvão Silveira (PSDB), Airton Saraiva (DEM), Paulo Pedra (PDT), Lídio Lopes (PP) e Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSB).

Outros nove foram contrários, votos vencidos: Clemêncio Ribeiro (PMDB), João Rocha (PSDB), professora Rose, Grazielle Machado (PR), Jamal Salém (PR), Marcos Alex, Thaís Helena, Athayde Nery e Marcelo Bluma.

Com isto, os apoiadores da redução dos critérios de suplementação para 5% conseguiram que as emendas fossem analisadas juntamente com o relatório do orçamento, ou seja, os parlamentares contrários ao tema, tiveram que votar da mesma forma a todo o relatório.

Em seguida, vereadores contrários e favoráveis ao relatório foram designados para fazer sustentação oral antes da votação, com tempo de dez minutos cada, conforme determinação regimental.

Vereadora Professora Rose foi uma das mais descontentes com o desdobramento da sessão.Vereadora Professora Rose foi uma das mais descontentes com o desdobramento da sessão.

Athayde Nery e Mário César, que substituiu o relator do orçamento, Herculano Borges (PSC), ausente por motivos de saúde, foram os escolhidos para defender a disposição das peças com as emendas incorporadas. Marcos Alex e Thaís Helena representaram o outro lado.

Nery, que foi aliado de Bernal na campanha e adotou posição contrária nesta quarta, defendeu a redução para 5% da abertura de créditos adicionais como momento histórico para a Câmara Municipal, que, segundo ele, prova independência e autonomia com o posicionamento.

Alex criticou a situação. Lembrou que os prefeitos anteriores, André Puccinelli (PMDB) e Nelson Trad Filho (PMDB), tiveram 30% para suplementação e considerou a votação como retaliação política. “O Bernal tem que ser cobrado ao longo de seu exercício”.

Em aparte, Paulo Pedra afirmou que a diferença é que os peemedebistas priorizavam o diálogo com o legislativo municipal o que, para ele, não ocorreu com Bernal até agora.

Já Mário César lembrou que o prefeito eleito teve oportunidade de interferir e reverter a votação, ontem (18), quando foi chamado para participar da reunião com os vereadores, que discutiam o assunto. “Senão há diálogo com o prefeito eleito temos que legislar”, disse, ressaltando que as portas da Casa estão abertas para recebê-lo.

Carlão assegurou que a votação não se trata de retaliação política. Além disso, jurou que, caso Bernal procure os vereadores no ano que vem para pedir aumento do índice de suplementação, vai apoiá-lo.

A mais irritada com o desfecho dos trabalhos, Thaís Helena criticou os vereadores que impediram que a votação das emendas fosse feitas em destaque porque foi obrigada a votar contra o relatório do orçamento.

“O Bernal está em Brasília, onde cumpre agenda no Ministério das Cidades como senador Delcídio do Amaral e o deputado federal Reinaldo Azambuja. Ele pediu sensibilidade na votação”, comentou.

Ainda reclamou que não foi dada a oportunidade do debate em torno das emendas e argumentou que seu interesse era que Bernal tivesse as mesmas condições, sobretudo, em seu primeiro ano de mandato, que Nelsinho tem para administrar.

Passados os discursos, a “base” do progressista sofreu nova derrota e a matéria foi aprovada por 12 votos a 7.
Athayde voltou ao microfone durante a votação para lembrar que os vereadores tiveram consideração com Bernal e alguns, que possuíam mais de 70 emendas ao orçamento, retiraram a maioria num consenso para que cada um apresentasse apenas três proposições, sinalizando que o prefeito eleito não atendeu os parlamentares quando foi solicitado.

Outros vereadores também explicaram durante a sessão que, pela lei orgânica no município, a suplementação ao orçamento para Bernal poderia ser 0%, mas eles deram 5%. Tudo porque o chefe da administração municipal a partir de 1º de janeiro não dialogou com o legislativo.



É Campo Grandenses,vocês colocaram o cara lá,agora aguentem!!!
 
Antonio Lopes em 21/12/2012 16:24:48
Muito bem.
 
Marcos Nogueira em 20/12/2012 10:50:58
Tem mão pesada por tráz desses pseudos representantes do povo,más nós estamos de olho,procurem roubar bastante agora porque daqui a quatro anos a " cobra vai fumar".
 
Walter Barros em 20/12/2012 09:57:05
Bom dia,

Humildade, transparência, governabilidade, união dos poderes, onde vamos ver isso em 4 anos? é preciso cobrar minha gente, agora está feito.....
 
LOADIR APARECIDA SILVA em 20/12/2012 09:49:43
Bom dia,
E nem precisei esperar tanto tempo pra perguntar: E AGORA? nem posse tomou ainda e já está causando transtornos a Campo Grande - MS, e comentando tudo o que vejo como por exemplo: "É uma pena toda essa briga..independente de quem ganhou a eleição, toda essa disputa de poder que vem acontecendo repercutirá sobre o povo!!! Acho que está mais do que na hora da oposição e o governo se aliarem para pensar conjuntamente nas necessidades que C Grande apresenta", até ta tudo certo, infelizmente mesmo diante das tentativas o eleito não tem feito outra coisa a não ser mostrar, que mesmo com a vontade do povo precisando ser respeitada, está boicotando a política da cidade, pena tenho é dos que votaram pelo pior para a cidade....
Feliz natal!teremos?
 
LOADIR APARECIDA SILVA em 20/12/2012 09:48:36
"Nem sempre o mais votado é o mais bem preparado". (Platão - A República).

O Bernal foi eleito com a maioria dos votos válidos, e não com a maioria dos votos dos eleitores registrados pelo TRE em Campo Grande. Ou seja, mais da metade dos eleitores cadastrados não votaram no Bernal. Lembrem-se disto!

 
EDUARDO MACIEL em 20/12/2012 09:15:14
Bando de hipócritas todos esses que dizem serem representantes do povo, a impressão que se dá é que estão governando contra a população. Caros "representantes" deixem o EGO de lado e trabalhem em prol da população.
 
Luciana Oliveira em 20/12/2012 09:12:16
Quero ver fazer... Essa política sul- matogrossense só buscando o próprio interesse, trabalhando em prol da individualidade.
Srº Vereadores... seria no mínimo o razoável o futuro prefeito trabalhar em pé de condições e autonomias que o Nelsinho trabalhou vocês não acham?
Depois não podem acharem ruim quando recebem as resposta nas urnas.
 
Juscelino Homem de Carvalho em 20/12/2012 08:51:56
Vamos anotar direitinho o nome desses vereadores... pq daqui quatro anos tem eleições novamente. Vem pedir voto pra mim vem!!!
 
Ana Cristina Ferreira em 20/12/2012 08:51:14
BERNAL,VOTEI EM VOCE E AGORA REZO PRA QUE TUDO DE CERTO POIS VOCE PARECE O URSO QUE NUNCA COME E QUANDO COME QUER SE LAMBUSAR TODO
E ESSE GILMAR SEU VICE E UM BABACA
 
JOAO BATISTA em 20/12/2012 08:38:33
Gente o que é isso...se com 30% já é dificil para a população que depende do serviços públicos como educação, saude...imagine com 5% ...quem vai sofrer a consequencia disso é o campograndensse que elegeram vcs para serem um represente...e fazer o melhor para o pvo e não para ficarem nessa guerrinha de poder....
 
adriana brites em 20/12/2012 08:28:03
Náo e pressiso ser um genio para perceber que começou as retalhaçoes, ou ja esperavam proposta de negociatas, a final de contas e natal.
 
valdinei delmiro em 20/12/2012 08:16:44
Poxa nem mesmo esperaram o prefeito entrar estão querendo assegurar o quinhão deles , olha eu acho que os vereadores foram precipitados e descarados, eo povo esta aonde, pra eles o povo não exitem , agora só existe o caixa e o bolso só isso , oque vc acha déssa medida .?????
 
Paulo G Diaz em 20/12/2012 08:07:35
MAIS UMA VEZ QUEM PERDE É A POPULAÇÃO DE CAMPO GRANDE.


INACREDITÁVEL



NEI SALVIANO
 
nei salviano em 20/12/2012 08:04:44
Fico muito feliz de ter uns veriadores tão inteligentes aqui em campo grande , veja só oque eles estão fazendo , o prefeito entrante não veio converssar com eles , pergunto eu , o que eles querem falar??? $$$$$$$$$ éssa é a linguagem que eles entendem e só isso. agora eles puni o povo dodesenvolvimento da cidade que esta um causo na saúde e nas ruas é só andar que vão ver oque esta ruim, agora proibe o prefeito entrante de fazer obras , isso é inteligente ou é burrice ??????
 
paulo g diaz em 20/12/2012 08:03:29
que medilcre vcs peemedebista criticando o bernal,vcs tem que dar gracas a DEUS que esse maldito pmdb vai sair do poder,agora vai fik pior pq esses malditos vereadores nao vao deixar o bernal trabalha direito.e lamentavel mesmo o que acontece nessa pobre campo grande!!!
 
alan costa em 20/12/2012 07:56:10
Isso é apenas o começo!Ai que dó,ai que dó!Pena que todos pagarão o preço!
 
ana garcia em 20/12/2012 07:29:14
Tem que avisar aos "nobres" vereadores que a campanha ja acabou e devem trabalhar por Campo Grande e não contra. A resposta vem das urnas ou será que ainda não aprenderam isso?
 
Luis Sandim em 20/12/2012 07:23:19
Deus é por vc Bernal. Com certeza ele não soube "NEGOCIAR" com os vereadores do PMDB.
 
Leize Demétrio da Silva em 20/12/2012 07:20:49
Preocupante o que a Casa tem feito. Colocando problemas "particulares" dos senhores vereadores,, a frente do interesse dos municípes. O Sr Bernal até agora não começou a administrar a cidade, então qualquer julgamento deste como prefeito é leviano, assim como o boicote dos vereadores q ao aumentarem seus salários não pensaram naqueles que o pagam, não estão pensando na população mais uma vez. Mostram que o Coronel éstá por trás orientando seus companheiros ou melhor tornando os vereadores marionetes, e o interesse da população aonde vai parar. Parabéns senhores mais uma vez mostram que seu rancor pela derrota é maior que a população que os senhores deveriam defender e representar.
 
Andréa Ferraz Oliver em 20/12/2012 07:19:31
que DEUS bençoe o bernal que ele consiga fazer uma otima gestão e que ele dê o troco nosses vereadores que não pensa na população mas em si próprio querendo barganhar com o prefeito o pedido é isso ai bernal não da ideia pra esses sangue suga se possivel e tiver como fazer corta verbas destinadas a camara para que vc possa admoinistrar, 15031 reais ta otimo pra eles não todos mas os que foram contra o povo aproveitem bem porque o povo não é mais besta como antes agora a maioria ve jornal
 
josé roberto em 20/12/2012 07:14:06
Ainda dizem não se tratar de retaliação. Todos os prefeitos anteriores tiveram seus 30% garantidos e querem reduzir justo agora para 5%. Muito engraçado isso, já querem fazer "o regaço" antes mesmo do prefeito assumir.
 
André Serra em 20/12/2012 07:01:34
agora quero ver ele faser o que ele prometeu começo errado ja espulsando quem nao devia o vereador LIDIO LOPES DO PP E O PAULO MATOS DIRETOR DO EMA ESSE BERNAL E SEM CUTURA VAI SOFRE MUITO ...
 
JOSE PEDRO DE SOUZA em 20/12/2012 00:52:59
Estranha essa posição do vereador Ataide Nery, primeiro apoiou o Bernal na eleição e agora vota contra ele na Câmara. O que será que aconteceu? Mistérios da política no Mato Grosso do Sul! Para que adversários com aliados desse tipo!!
Se o Bernal não ficar atento, não terminará seu mandato!!
 
Paulo Porto em 20/12/2012 00:28:32
o povo não pediu mudança,então os vereadores estão ajudando com as mudanças a começar pela suplementação de 5%.
 
lourival pereira de araujo em 19/12/2012 23:27:45
É isto mesmo... foi pra isto que foram eleitos.
Para fazer guerrinhas em troca de picuinhas.
Força senhores "vereadores", Força !
Na próxima sessão vê-la se não trocam umas pauladas !
Seria divertido nesta época de Natal.
 
Moisés Menezes em 19/12/2012 22:28:07
Mas o que ja estão esse vereadores fazendo e pura vingancinha contra o Bernal, e depois vem dizer que o cara não faz isso e aquilo, pra que usar dois pesos e duas medidas, se pro André e o Nelsinho foi de 30% por que mudar .Depois não reclamem.
 
juarez delmondes em 19/12/2012 22:24:14
Facil criticar, pois não acho que é uma derrota. Só mostra a falta de interesse nestas pessoas públicas, pois o interesse é simples, tem que valer o que é melhor para a população de Campo Grande. E o que vejo, são interesses próprios e não dos de direito que são o povo. Triste, pois começamos o final de ano com um almento abusivo e isso sim todos concordão... Triste ver isso em nossa cidade ou melhor em todo BRASIL. Se preparem qualquer hora o povo quebra tudo... Pensem bem....
 
Robson Brito em 19/12/2012 22:17:06
Quem é honesto nunca perde nada. Essas atitudes parece coisa de quadrilha. O Prefeito e o Vereador tem que cumprir a Lei e não ficar fazendo birra com dinheiro publico. Pior é que vemos eleitor desejando mal a quem vai administrar. Que tristeza e falta de conhecimento sadio.
 
luiz alves em 19/12/2012 22:13:05
povo ignorante..raciocina gentinha..so nao enxerga quem NAO QUER..ISSO p mim e uma armacao da oposicao...po o cara nem comecou a governar e estao jogadando pedras no caminho..o bernal foi eleito pelo povo com grande maioria ,fazendo assim a vontade do povo campograndensse..deixem o cara trabalhar
 
paulo coelho em 19/12/2012 21:45:32
Os vereadores estão demonstrando que não estão preocupados com a cidade estão mais preocupado em prejudicar o atual prefeito, simplesmente pelo fato de não terem conseguido eleger o candidato de suas coligações, caso continuem agir dessa maneira será os próximo a perderem seus cargos já que não estão preocupados com o povo da cidade.
 
Kaio Ferraz em 19/12/2012 21:42:04
se a camara municipal decide o que o prefeito pode ou nao pode fazer, pra que existe o cargo de prefeito na capital do MS? nao senti na pele a epoca da ditadura, mas aposto que seria muita mais facil viver naquela epoca no que na labia desses bando de safados que vive na camara municipal. bandido bom é bandido morto, politico bom é na sargeta.
 
isaias almeida em 19/12/2012 21:26:55
Fico vendo esse povo criticar, aff é pra acabar esses bandos não se dão conta que tambem vivem nessa cidade, não vai ser só ele que vai perder ou os senhores não vão???
 
HELTON MAXIMO em 19/12/2012 20:49:31
O BERNAL FOI ELEITO PELO POVO COMO OS VERADORES ,ERA PRA SE UNIR E NÃO NESSA BRIGA . PENSEM QUE DAQUI 4 ANOS TE ELEIÇÃO DE NOVO

 
MARIA ANGELA ALVES CONCIANI em 19/12/2012 19:36:51
É uma pena toda essa briga..independente de quem ganhou a eleição, toda essa disputa de poder que vem acontecendo repercutirá sobre o povo!!! Acho que está mais do que na hora da oposição e o governo se aliarem para pensar conjuntamente nas necessidades que C Grande apresenta. E outra, acho tb que os vereadores precisam entender que tanto eles quanto o Bernal foram eleitos pelo povo e que a vontade do povo precisa ser respeitada, não é boicotando uns aos outros que as coisas vão fluir.
 
Karla Lacerda Gomes em 19/12/2012 19:09:07
Senhores Vereadores, vocês querem destruir a quem???....Campo Grande ou o Bernal???
Não se esqueçam, os senhores também fizeram muitas promessas para conquistarem o voto dos eleitores...Pensem nisso.
 
Jeremias Silva em 19/12/2012 18:53:26
AGORA QUERO VER FAZER TUDO QUE PROMETEU, MAS AINDA NÃO FAZENDO COLOCARÁ A CULPA NOS VEREADORES OU NO ATUAL PREFEITO, E O POVO "VAI ACREDITAR"...
 
givaldo valerio de lima em 19/12/2012 18:03:57
vai ser 4 anos de derrota... mal sabem a péssima escolha que fizeram...
 
jorge mendes em 19/12/2012 17:57:06
Sem humildade, Sr. Bernal, só terá derrotas de agora em diante! Criticar foi fácil, quero ver fazer!
 
Carlos Magno em 19/12/2012 17:15:04
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions