A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

04/05/2012 17:35

Reajustes do funcionalismo estadual terão impacto de R$ 9 milhões na folha

Wendell Reis

Em agosto, começam novas negociações, segundo o Governo do Estado

Presidente da Fetems alega que a categoria não ficou satisfeita com o reajuste proposto pelo GovernoPresidente da Fetems alega que a categoria não ficou satisfeita com o reajuste proposto pelo Governo

O governador André Puccinelli (PMDB) fechou nesta sexta-feira (4) as negociações salariais com os servidores do Estado. Os reajustes seguiram o patamar de 6% e causarão um impacto de R$ 9 milhões na folha líquida do Governo do Estado.

Agora, o projeto será encaminhado a Assembleia Legislativa, onde tem que ser aprovado até o dia 16 de maio, para que os servidores já recebam o salário reajustado em junho. Segundo o Governo, o maior reajuste, de 23%, ficou para a base da pirâmide salarial, atingindo as categorias que tiveram perdas que não foram recuperadas ao longo do tempo.

O Governo do Estado pretende retomar as negociações com os servidores no mês de agosto, quando serão discutidas questões como condições de trabalho, ascensão e qualificação. Segundo o Governo, entre os salários negociados está o dos servidores do administrativo da educação, que terão reajuste de 9%.

O presidente da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação do Mato Grosso do Sul), Roberto Magno Botareli Cesar, afirma que a categoria não ficou satisfeita com o reajuste. Segundo ele, o reajuste de 9,74%, passando de R$ 567,00 para R$ 622,00, só atinge dois funcionários.

O Mato Grosso do Sul tem 6.500 servidores no administrativo da educação. Segundo Roberto, a categoria deve fazer uma assembleia na quarta-feira (9) para decidir o que fazer diante do impasse. Ele não descarta alguns atos de protesto na quarta e quinta-feira (10). Os administrativos da Educação solicitaram um reajuste de 17%.



Bem, pensar que o reajuste salarial mudou muito a folha de pagamento do Estado, mas se pensarmos como isso mudou a vida de quem recebeu esse aumento, vamos chegar a conclusão que o estado esta muito bem ainda...isso é uma barbaridade senhores políticos...vamos rir...kkkkkkkkk, que fantástico isso né, e eu, fico como?
 
adão dos reis em 05/05/2012 12:59:56
Reajuste salarial anual é direito de todo trabalhador e e óbvio que causará impacto na folha. No entanto, esse "reajuste" retornará aos cofres públicos através das cargas tributárias. Quanto a nova renegociação no mês de agosto, esperamos mesmo que se concretize, pois aguardamos por muito tempo a aprovação dos planos de cargos e carreiras.
 
Adenice Lira em 05/05/2012 10:11:33
EU SOU FUNCIONÁRIA ESTADUAL E SEI O QUE É NÃO TER UM AUMENTO DIGNO HÁ 20 ANOS. SÓ OS POLÍTICOS É QUE REAJUSTAM SEUS SALÁRIOS DA NOITE PARA O DIA. AGORA SERIA A HORA DOS ADMINISTRATIVOS DO ESTADO INTEIRO PARAR, CRUZAR OS BRAÇOS, MAS A CATEGORIA NUNCA FOI UNIDA. SÓ SABEM RECLAMAR E ACEITAR O QUE OS GOVERNOS QUEREM DAR.
 
marcia dalfaro em 05/05/2012 09:08:24
Interessante os gastos absurdos e exorbitantes em propagandas enganosas voces não Publicam, Vamos ser coerentes.
 
Tomaz alvarenga em 05/05/2012 08:07:33
ricos, entram classe média saem milionários, as custas do POVO silêncioso.
Se a SEGURANÇA, SAUDE EDCAÇÃO pararem o que será desse país? São eles que trabalham muito, e é deles que precisamos. Quanto a justiça, injusta ,paga-se bem para todos, mas conseguimos sobreviver sem eles, porque essa SUPER VALORIZAÇÃO?
 
neyde de oliveira em 05/05/2012 02:33:40
Esse assunto me inoja, irrita...Um BOM profissional que estudou em ótimas escolas,passou por boas Universidades (não essas que se passar na frente esta aprovado, se perder o documento na porta esta matriculado), entra num concurso da SAUDE, EDUCAÇÃO e SEGURANÇA, só têm perdas e mais perdas. Contrário desse bando de políticos ...que governam pelo próprio interesse, entram na política pobres saem
 
neyde de oliveira em 05/05/2012 02:28:43

Engraçado, como aumento para os políticos nunca causam impacto.
 
lia ferrer em 04/05/2012 10:14:08
Prá que aumento maior do que esse? Só tem uma categoria que merece aumento, e aumento bem maior. É a única categoria que faz esforço concentrado - políticos. Coitado, como sofre esse pessoal, fica até altas horas (não assistindo o programa da TV plim plim) e sim estudando como fazer para melhorar o seu salário.
 
Carlos José em 04/05/2012 10:08:45
Em agosto, em plena eleição?
 
Julio Silva em 04/05/2012 09:00:00
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions