A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Agosto de 2017

25/05/2016 12:39

Recursos do PAC são liberados para obras que somam meio bilhão de reais

Novos investimentos foram anunciados em solenidade que marcou a retomada de obras paradas na Capital

Alberto Dias
Prefeito Alcides Bernal (PP) anuncia retomada do crescimento em Campo Grande. (Foto: Alcides Neto)Prefeito Alcides Bernal (PP) anuncia "retomada do crescimento" em Campo Grande. (Foto: Alcides Neto)

O total de investimentos em obras de infraestrutura em Campo Grande deverá chegar a R$ 500 milhões, por meio de convênios com o Governo Federal, provenientes do Programa de Aceleração do Crescimento. "Entre as obras previstas está o asfaltamento de 250 quilômetros de vias", adiantou o secretário municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação, Amilton Candido de Oliveira.

Durante evento esta manhã que marcou a retormada de 44 obras paradas na Capital, o secretário ressaltou que R$ 180 milhões do PAC Mobilidade Urbana estavam "travados" na Caixa Econômica Federal, e que a Prefeitura já teria conseguido a liberação. Segundo Amilton, R$ 60 milhões já estão direcionados a licitações para o asfaltamento de 90 quilômetros de vias. A previsão seria pavimentar 250 quilômetros de ruas até o fim do mandato do atual prefeito Alcides Bernal (PP).

Na sequência, o prefeito oficializou a retomada e conclusão de 12 Ceinfs (Centros de Educação Infantil), 8 UBSF (Unidades Básicas de Saúde da Família), 2 escolas, 18 salas modulares, além da drenagem e pavimentação no Complexo Jorge Amado, no bairro Tarumã, e Residencial Ramez Tebet, no Anhanduizinho. A solenidade aconteceu na obra da UBSF do bairro Zé Pereira, região oeste da Capital, e reuniu todo o secretariado e equipe técnica da Prefeitura no que Bernal chamou de "dia histórico para Campo Grande".


Na ocasião, o prefeito ressaltou que teve um "esforço sobrehumano para colocar a casa em ordem", criticando a falta de apoio dos vereadores que não autorizaram a tomada de financiamentos importantes, como R$ 12 milhões do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) e o pedido de suplementação orçamentária para a construção de moradias às famílias retiradas da favela Cidade de Deus. "Desses vereadores, 23 assaltaram o poder público e são investigados pelo Gaeco", lembrou.


Em seu discurso, Bernal adiantou que na próxima semana terão início também as obras de requalificação de 12 quilômetros de vias por meio de convênio com o Exército, que custarão R$ 19 milhões - financiados pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Mobilidade. As obras incluem a requalificação e drenagem das ruas Brilhante e Guia Lopes e das Avenidas Bandeirantes e Marechal Deodoro. O lançamento na manhã desta quarta-feira (25) reuniu cerca de 200 pessoas, entre comissionados, entidades, presidentes de bairros, moradores dos bairros Zé Pereira e Jardim Aeroporto e até um padre para abençoar os empreendimentos.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions