A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

20/12/2017 15:17

Reinaldo entrega 200 casas e anuncia outras 1.100 para fevereiro

O município pantaneiro é um dos 30 na lista de entregas de casas do governo federal em 14 estados

Paulo Nonato de Souza
O governador Reinaldo Azambuja na entrega de 200 casas populares nesta quarta-feira em Corumbá (Foto: Chico Ribeiro)O governador Reinaldo Azambuja na entrega de 200 casas populares nesta quarta-feira em Corumbá (Foto: Chico Ribeiro)

O governador Reinaldo Azambuja entregou 200 casas populares e assinou contrato para a construção de outras 32, nesta quarta-feira (20) em Corumbá, distante 428 km de Campo Grande, e anunciou que em fevereiro de 2018 retornará ao município para entregar as chaves de mais 1.100 moradias.

A entrega fez parte da agenda do governo federal que prevê de 21 mil unidades habitacionais em 14 estados, só nesta quarta-feira, por meio do programa Agora, é Avançar, e Corumbá é uma das 30 cidades na lista de inaugurações de hoje em 14 estados. O programa Agora, é Avançar foi lançado no início de novembro para retomar obras inacabadas, e incorporou o Minha Casa, Minha Vida, voltado à habitação.

“Fico feliz por mim e pelas pessoas contempladas com a casa própria”, disse o governador. A babá Bruna Pinho, de 35 anos, foi uma delas e vai passar o Natal na casa nova com as três filhas. “Daqui para frente vamos tocar a vida na casa nova, lutar, conseguir manter bonita assim como pegamos”, comentou ela.

Em seu discurso, Reinaldo Azambuja disse que tomou medidas duras, mas necessárias para manter em dia seu programa de habitação popular. “Não são apenas casas. São casas, asfalto novo, saneamento, ruas sendo recuperadas como hoje nós assinamos aqui, reconstrução da Santa Casa, isso só foi possível com trabalho, responsabilidade, organização e parcerias”, resumiu o governador.

Segundo ele, os investimentos estaduais na área da habitação estão sendo feitos por meio de diversas modalidades para atender a população, como o programa Lote Urbanizado, mantido pelo FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), parcerias com os governos Federal e Municipal, mais recursos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) e diversos outros.

A obra das 200 casas em Corumbá foi executada pelo Governo Federal por meio do programa Minha Casa Minha Vida com o objetivo de remover moradores de áreas de risco, e teve contrapartida da prefeitura e do Governo do Estado.

“Um empreendimento como esse tem a capacidade de melhorar a vida de muitas pessoas, dando dignidade a elas”, enfatizou o diretor nacional de Habitação da Caixa, Paulo Antunes, ao lembrar da história do residencial cuja obra passou por quatro gestões municipais. “O que importa agora é que o sonho de vocês está realizado”, frisou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions