A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

15/12/2011 18:00

Relatório de Giroto na área de Cidades é aprovado pela Comissão de Orçamento

Edmir Conceição
Reunião da Comissão Mista de Orçamento do Congresso aprovou relatórios setoriais.Reunião da Comissão Mista de Orçamento do Congresso aprovou relatórios setoriais.

A CMO (Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização) aprovou, por unanimidade, nesta quinta-feira, o relatório setorial de Cidades apresentado pelo deputado federal Giroto (PMDB/MS), com total de R$ 26,9 bilhões, distribuídos entre os Ministérios do Planejamento – R$ 8,2 bilhões – e o das Cidades, com R$ 18,7 bilhões.

“Eu priorizei obras importantes, sendo que a maioria dos investimentos está vinculada ao PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). Também me preocupei com moradores em regiões sem redes de esgoto e de distribuição de água tratada e que vivem em áreas sob risco de desastres naturais”, destacou Giroto.

De acordo com o relatório apresentado, dos R$ 18,7 bilhões para o Ministério das Cidades, R$ 11,0 bilhões destinam-se a despesas com o programa "Minha Casa,Minha Vida" (Lei nº 11.977, de 2009) e R$ 5,7 bilhões a investimentos em ações vinculadas ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), sobretudo em saneamento, assentamentos precários, transportes urbanos e drenagem.

PPA - Hoje, durante a leitura do PPA (Plano Plurianual ) 2012-2015, pelo senador Walter Pinheiro, relator do texto, o deputado Giroto solicitou que fosse mantido no relatório os R$ 500 milhões solicitados para o Aeroporto de Campo Grande e R$ 150 milhões para a Rodovia Sul-Fronteira, MS-165. Para tanto apresentou dois destaques à matéria, em nome da bancada federal, já que o relator anunciou que rejeitou as emendas referentes estas obras apresentadas no mês passado.

“Eu gostaria que fosse mantido os recursos para o Aeroporto de Campo Grande e gostaria que o senhor pudesse rever a Sul-Fronteira (referindo-se ao fato de Pinheiro não ter acatada a amenda desta obra), precisamos que ela esteja no PAC para assegurar recursos”, afirmou Giroto, explicando que esta rodovia fica na faixa de fronteira entre Brasil e Paraguai e será importante para combater o contrabando e tráfico de drogas.

Assembleia vota prorrogação de adesão a fundo que regula incentivos fiscais
A prorrogação até 30 de dezembro do prazo para que empresas beneficiadas com incentivos fiscais concedidos pelo governo do Estado se inscrevam no Fad...
Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions