A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

20/08/2013 12:15

Reunião define convocação de Adalberto Siufi e Mandetta na CPI da Saúde

Leonardo Rocha
Ex-diretor do HC será chamado novamente a CPI (Foto: Arquivo)Ex-diretor do HC será chamado novamente a CPI (Foto: Arquivo)
Deputado será convocado pela CPI da Assembleia (Foto: Arquivo)Deputado será convocado pela CPI da Assembleia (Foto: Arquivo)

A CPI da Saúde da Assembleia realiza reunião interna amanhã para definir o dia em que serão convocados o ex-diretor do Hospital do Câncer, Adalberto Siufi, e o ex-secretário municipal de saúde de Campo Grande e atual deputado federal Luis Henrique Mandetta (DEM). Entretanto a ex-secretária estadual Beatriz Dobashi por enquanto não está nos planos da comissão.

O relator da CPI, o deputado estadual Junior Mochi (PMDB), destacou que Siufi não foi ouvido até agora porque se ausentou do país recentemente e que os atuais e antigos gestores das principais cidades do Estado estão sendo ouvidos. “Não iremos deixar ninguém de fora, iremos colher os depoimentos, visitar as unidades de saúde e fazer viagens ao interior para que não faltem subsídios ao relatório final”, explicou ele.

O deputado ainda adiantou que a comissão fará visitas ao Hospital Universitário, Hospital Regional e Santa Casa em Campo Grande, além dos municípios de Naviraí, Corumbá, Nova Andradina e Ponta Porã.

Necessidade – Mochi voltou a dizer que a ex-secretária estadual de saúde, Beatriz Dobashi, só será chamada novamente se houver necessidade, já que ela já prestou as informações sobre a pasta. “No momento não precisa, mas não está descartada”, afirmou ele.

Falta – O relator da CPI também adiantou que a comissão não foi comunicada oficialmente da falta do atual diretor do HU (Hospital Universitário), Cláudio Wanderley Saab, na reunião marcada para próxima quinta-feira na Assembleia. “Não recebemos nada, mas caso ele apresenta justificativa iremos aceitar e marcar um novo encontro”, destacou Mochi.

Sobre a declaração do diretor dizendo que não tem nada a acrescentar a investigação, já que está há pouco tempo na direção do HU, o deputado discordou desta posição. “Apesar de estar no início, ele já pode relatar como esta a situação do hospital e expor o quadro funcional que ele encontrou, se foi escolhido para esta função tem muito a acrescentar”, enfatizou.

Cláudio Saab havia declarado que tem viagem marcada nesta semana para Goiânia e Brasília para buscar recursos ao hospital, ele está desde o dia 27 de maio a frente do HU no lugar do médico José Carlos Dorsa.

Diretor do HU diz que não tem o que explicar e não vai à CPI da Assembleia
A CPI do Calote da Câmara Municipal não será a única a levar bolo nesta temporada de investigações no Estado. O diretor-geral do Hospital Universitár...
CPI da Saúde realiza oitivas nesta segunda-feira em Paranaíba
Os municípios de Paranaíba e Três Lagoas sediam na próxima semana das reuniões da Comissão Parlamentar de Inquérito da Assembleia Legislativa que inv...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions