A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

16/06/2012 13:46

Reunião entre lideranças do PT discute eleições e momento atual do partido

Nyelder Rodrigues
Acompanhados por Florisvaldo Souza, Berzoini e Zeca falaram sobre encontro e expectativa para eleições de outubro (Foto: Rodrigo Pazinato)Acompanhados por Florisvaldo Souza, Berzoini e Zeca falaram sobre encontro e expectativa para eleições de outubro (Foto: Rodrigo Pazinato)

Cerca de 300 militantes e lideranças do Partido dos Trabalhadores (PT) de Mato Grosso do Sul participam hoje (16) do Encontro Estadual da CNB (Construindo um Novo Brasil), corrente interna do PT que tem entre os líderes o ex-governador Zeca do PT e o deputado federal paulista Ricardo Berzoini, que participam hoje no evento.

Sobre a participação no encontro, Berzoini contou que o evento é importante por conta da influência do PT do Mato Grosso do Sul em todo o Brasil. “Junto com o Zeca e outros líderes do partido, vamos discutir a preparação para as eleições em outubro”, afirma o deputado.

Ao lado de Berzoini para conversar com a imprensa, estavam sentados Zeca do PT, a ex-primeira-dama Gilda, e os dirigentes Ananias Costa (MS) e o Florisvaldo de Souza (PR), coordenador nacional da CNB.

Zeca do PT comentou que, durante o evento, fechado a participação apenas de membros do PT, será avaliada tanto a conjuntura nacional como a estadual do partido, e debatido o atual momento ao qual passa o PT.

“Vamos organizar nossa corrente ainda mais para essas eleições. Ela é maioria no partido, tendo inclusive a presidente Dilma e o Lula como integrantes”, explica Zeca, que também informa que a expectativa do PT é a de eleger pelo menos 16 prefeitos no Estado.

Berzoini diz que eleitores escolhem os candidatos que tem a melhor proposta, e não pela ideologia de cada um (Foto: Rodrigo Pazinato)Berzoini diz que eleitores escolhem os candidatos que tem a melhor proposta, e não pela ideologia de cada um (Foto: Rodrigo Pazinato)

Disputa na Capital - Questionado sobre as possibilidades do PT em Campo Grande, o ex-governador afirmou crer no sucesso da campanha, principalmente pela evidente união de líderes que o PT vivencia para atualmente.

“Houve segundo turno em 92, 96, 2000, 2004. As possibilidades de haver segundo turno em 2012 são reais. E no segundo turno sabemos que é outra eleição”, opinou Zeca. Ele ainda conta que o PT é o segundo partido com o maior número de prefeitos no Estado.

Já quanto a influência do crescimento nacional do partido sobre as intenções de voto no Mato Grosso do Sul e mudança de pensamento dos eleitores sobre a ideologia do partido, tanto Zeca quanto Berzoini concordam que isso é ponto positivo para o PT estadual.

“É claro que os oitos anos de sucesso do governo Lula e agora do governo Dilma influenciam”, diz Zeca, que tem a fala complementada por Berzoini. “A sociedade vota conforme a proposta candidato, e não pela ideologia. Votam na melhor”.

Para Berzoini, não é apenas a ascensão do PT nacional que pode colaborar para uma vitória do PT em Campo Grande. “Antes dessa projeção nacional, o PT do Mato Grosso do Sul já havia conseguido ser eleito em 98 aqui. Isso prova que o partido é forte no Estado”, finaliza.

Zeca, Gilda, Ananias e Berzoini chegaram juntos ao encontro, sendo recebidos com abraços pelos presentes (Foto: Rodrigo Pazinato)Zeca, Gilda, Ananias e Berzoini chegaram juntos ao encontro, sendo recebidos com abraços pelos presentes (Foto: Rodrigo Pazinato)
Militantes do partido tiraram fotos com o deputado federal paulista na entrada do prédio onde acontece o evento (Foto: Rodrigo Pazinato)Militantes do partido tiraram fotos com o deputado federal paulista na entrada do prédio onde acontece o evento (Foto: Rodrigo Pazinato)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions