A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Julho de 2018

28/05/2018 13:04

Secretaria quer capacitar municípios para ampliar atendimentos de saúde

Secretaria de Saúde fez prestação de contas dos quatro primeiros meses do ano

Leonardo Rocha
Audiência sobre prestação de contas ocorreu na Assembleia (Foto: Luciana Nassar/ALMS)Audiência sobre prestação de contas ocorreu na Assembleia (Foto: Luciana Nassar/ALMS)

A secretaria adjunta de Saúde, Gysélle Saddi Tannous, prestou contas sobre o 1º quadrimestre de 2018, para Comissão de Saúde da Assembleia. Ela apresentou os dados e destacou que a estratégia do governo é regionalizar a saúde, capacitando os municípios, para ampliar os atendimentos.

“Não conseguimos executar e sequer compilar um bom planejamento para o ano, sem o empenho e execução por parte dos municípios. Estamos com uma visão bastante positiva quanto a regionalização da Saúde”, explicou a gestora, em evento nesta manhã (28), no legislativo estadual.

De acordo com a SES (Secretaria Estadial de Saúde), nestes quatro primeiros meses do ano, foram empenhados R$ 500 milhões no setor, sendo pagos R$ 314 milhões. Os valores incluem os gastos com pessoal, encargos sociais, consultas e atendimentos e outras despesas.

Na prestação de contas ainda divulgou que foram feitos cinco mil procedimentos da Caravana da Saúde em Campo Grande, além do atendimento até 25 de maio, de 18.813 crianças, em 94.065 exames de estudantes, que detectaram que 22,4% possuem alguma alteração auditiva ou visual.

Já a Caravana Indígena, que foi realizada em abril, teve 3.709 atendimentos a 1.756 indígenas e 8.828 procedimentos realizados nas aldeias Aldeinha, Água Clara, Bananal, Buritizinho, Colônia Nova, Córrego Seco, Imbirussú, Lagoinha, Limão Verde, Morrinhos, Ypegue, Brejão, Cabeceira, Taboquinha, Água Branca e Taunay.

“O avanço existe. A cada prestação de contas vemos o esforço de vocês. Vivemos em um momento de crise, mas sabemos que todos que estão lá são capacitados. Uma boa gestão valoriza os funcionários da Saúde”, avaliou o deputado Paulo Siufi (MDB), presidente da Comissão de Saúde.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions