ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, DOMINGO  28    CAMPO GRANDE 33º

Política

Secretário diz que recadastramento não achou fantasmas entre cedidos

Por Lidiane Kober e Leonardo Rocha | 29/06/2015 14:27
Secretário afastou chances de fantasmas no Governo do Estado (Foto: Arquivo)
Secretário afastou chances de fantasmas no Governo do Estado (Foto: Arquivo)

Após atualizar a situação de 2.350 servidores cedidos, o Governo do Estado concluiu que não há funcionários fantasmas. No início do ano, a administração tucana lançou recadastramento e priorizou organizar a situação dos cedidos para evitar gastos desnecessários.

Chefe da Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização, Carlos Alberto Assis informou, nesta segunda-feira (29), que, inicialmente, o governo não localizou 114 servidores.

“Descobrimos as secretarias onde as pessoas estavam lotadas e pedimos para os chefes localizá-las. Após, novo prazo, restaram 85 servidores, depois, o número baixou para 25”, relatou o secretário.

Sem informações dos 25, o governo boqueou o salário deles. “Aí as pessoas vieram atrás para conversar, faltou só um que estava no Mato Grosso”, detalhou Carlos Alberto. “No final, conseguimos regularizar todos”, completou.

Ainda sobre os funcionários cedidos, o secretário disse que “alguns voltaram para o órgão de origem e outros continuaram como estavam”. “No início, surgiu suspeitas que eram fantasmas, mas a gente encontrou tudo e regularizou”, acrescentou.

O recadastramento, segundo Carlos Alberto, deve ser finalizado até a segunda quinzena de julho. São 72.538 servidores, totalizando folha no valor líquido de R$ 230 milhões.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário