ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUARTA  28    CAMPO GRANDE 24º

Cidades

Governo conclui recadastramento dia 30 para realocar 2,5 mil servidores cedidos

Servidores fora do cargo de origem pode estar onerando folha de pagamento

Juliene Katayama | 21/01/2015 15:32

O governo do Estado está trabalhando a todo vapor para começar a economia dentro de casa. No próximo dia 30 de janeiro a Secretaria de Administração vai concluir o recadastramento dos 2,5 mil servidores cedidos, a maioria professores e militares.

“Recadastramento dos cedidos começou dia 15 e vai até 30 de janeiro. Imagino que tenha de dois a 2,5 mil servidores fora do cargo de origem. Professores e policiais são maioria, mas tem de todas as funções. Daí vamos analisar se onde estão são necessários permanecer ou se vamos deslocar”, explicou o secretário da SAD, Carlos Alberto Assis.

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) já tinha falado que a maior parte dos cedidos eram professores e militares, mas ainda não tinha os números exatos e nem o prejuízo que o Estado pode ter com os servidores exercendo outra função.

O problema, segundo Carlos Alberto, é que o servidor pode estar exercendo uma função com remuneração mais baixa do que a vaga de origem. A maioria são professores e militares que têm uma boa remuneração.

“Pode ter prejuízo, por exemplo um professor que tem salário bom no Estado e está em função administrativa e um administrativo é bem mais barato que professor que tem pós, mestrado”, pontuou.

Reinaldo já tinha anunciado o corte de despesas no governo como prevenção para enfrentar uma possível crise econômica neste ano. “Estamos fazendo o enxugamento mesmo trazendo a folha de pagamento. Vai ficar mais enxuto que administração anterior”, completou o secretário.

Nos siga no Google Notícias