A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

21/01/2015 15:32

Governo conclui recadastramento dia 30 para realocar 2,5 mil servidores cedidos

Servidores fora do cargo de origem pode estar onerando folha de pagamento

Juliene Katayama

O governo do Estado está trabalhando a todo vapor para começar a economia dentro de casa. No próximo dia 30 de janeiro a Secretaria de Administração vai concluir o recadastramento dos 2,5 mil servidores cedidos, a maioria professores e militares.

“Recadastramento dos cedidos começou dia 15 e vai até 30 de janeiro. Imagino que tenha de dois a 2,5 mil servidores fora do cargo de origem. Professores e policiais são maioria, mas tem de todas as funções. Daí vamos analisar se onde estão são necessários permanecer ou se vamos deslocar”, explicou o secretário da SAD, Carlos Alberto Assis.

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) já tinha falado que a maior parte dos cedidos eram professores e militares, mas ainda não tinha os números exatos e nem o prejuízo que o Estado pode ter com os servidores exercendo outra função.

O problema, segundo Carlos Alberto, é que o servidor pode estar exercendo uma função com remuneração mais baixa do que a vaga de origem. A maioria são professores e militares que têm uma boa remuneração.

“Pode ter prejuízo, por exemplo um professor que tem salário bom no Estado e está em função administrativa e um administrativo é bem mais barato que professor que tem pós, mestrado”, pontuou.

Reinaldo já tinha anunciado o corte de despesas no governo como prevenção para enfrentar uma possível crise econômica neste ano. “Estamos fazendo o enxugamento mesmo trazendo a folha de pagamento. Vai ficar mais enxuto que administração anterior”, completou o secretário.

Justiça do Trabalho faz acordos de R$ 6,5 milhões no Estado
A Justiça do Trabalho teve 355 acordos que somaram R$ 6.512.934,87 durante a Semana da Conciliação em Mato Grosso do Sul. Na iniciativa, realizada en...
Ministério da Saúde suspende incentivos da atenção básica em MS
O Ministério da Saúde suspendeu, nesta sexta-feira (15), repasse extra à atenção básica para sete municípios de Mato Grosso do Sul. Isso porque eles ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions