A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018

16/02/2018 12:10

Secretários relatam a Reinaldo cumprimento de 75% das metas

Balanço foi apresentado pelo primeiro escalão do governador durante reunião na Governadoria; secretário comemora resultado, mas antevê dificuldades para este ano

Humberto Marques e Mayara Bueno
Para titular da SAD, governo dá boa demonstração de austeridade ao cumprir metas. (Foto: Mayara Bueno)Para titular da SAD, governo dá "boa demonstração de austeridade" ao cumprir metas. (Foto: Mayara Bueno)

As Secretarias de Estado que integram o governo de Mato Grosso do Sul cumpriram, em média, 75% das metas propostas em 2017. Os dados foram apresentados na manhã desta sexta-feira (16), durante reunião entre o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e representantes de seu primeiro escalão, na Governadoria, em Campo Grande.

O percentual de realizações do ano passado foi bem recebido, contudo, questões orçamentárias e de limite de gastos sinalizam dificuldades para este ano, conforme declarou o secretário Calos Alberto Assis (Administração e Desburocratização).

“Todos os secretários passaram da média, cumpriram 70%. Mato Grosso do Sul tem dado uma boa demonstração de austeridade”, declarou Assis, ao sair da reunião.

Conforme o secretário, mesmo diante de dificuldades no cenário econômico sentidas nos três primeiros anos da gestão de Reinaldo, o Estado cumpriu compromissos como manter o pagamento do funcionalismo em dia, mesmo com aumento nos gastos decorrentes da contratação de servidores e dos reajustes salariais.

“Estamos cuidando sem fazer loucuras e sem tirar os pés do chão. Devemos estar entre os três melhores Estados em relação à economia”, pontuou o titular da SAD.

Dificuldades – O cumprimento de metas de gestão foi uma das práticas adotadas por Reinaldo desde o início de seu mandato. Elas incluem desde o bom gerenciamento administrativo de cada secretaria até a implementação de projetos e ações.

Neste ano, as metas serão discutidas individualmente entre cada secretário e o titular da pasta de Governo e Relações Institucionais, Eduardo Riedel. “Para este ano pode ser mais difícil [a conclusão das metas] por questões de orçamento e do teto de gastos”, complementou Carlos Alberto Assis.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions