A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

24/04/2018 13:02

Segue para sanção adequação em bolsa para curso de delegado

Projeto seguiu em regime de urgência para não prejudicar pagamento de alunos que estão formação

Leonardo Rocha
Assembleia aprovou projeto na sessão desta terça-feira (Foto: Luciana Nassar/ALMS)Assembleia aprovou projeto na sessão desta terça-feira (Foto: Luciana Nassar/ALMS)

Segue para sanção do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), o projeto que traz adequações na bolsa para os alunos do curso de formação para delegados, que está em andamento em Mato Grosso do Sul. A proposta foi colocada em regime de urgência na semana passada, para que não atrapalhasse o pagamento do próximo mês.

A bolsa-formação precisa de alguns ajustes na legislação, que se não fossem feitos poderia retardar em até 30 dias o pagamento do auxílio aos alunos. Com as mudanças aprovadas, resta apenas a publicação das alterações em lei, que deve ocorrer nos próximos dias. Para acelerar este processo, houve acordo de lideranças na Assembleia.

Este auxílio aos alunos antes de terminar a formação, corresponde a 50% para delegados e 70% para os demais cargos, em relação ao subsídio inicial que os profissionais irão ganhar. Em relação às despesas relativas a transporte, alimentação, material didático e uniforme fornecidos pelo Estado durante o curso podem ser repassadas diretamente aos alunos.

Concurso O concurso da Polícia Civil que inclui as funções de delegado, investigador e polícia judiciária foi o maior que o Estado já organizou, com 38.262 inscrições, sendo que foram oferecidas no total 210 vagas, com 30 para delegados. A prova para esta função ocorreu no dia 20 de agosto do ano passado.

Além das provas discursivas, os candidatos tiveram que passar pela avaliação da investigação social, de caráter eliminatório, assim como prova oral e por fim o curso de formação, que é a fase atual que estes aprovados estão realizando. O secretário estadual de Administração, Carlos Alberto Assis, afirmou que a expectativa é que o governo possa nomear os novos servidores até julho deste ano.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions