A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 20 de Agosto de 2019

13/08/2009 11:31

Semy pode entrar na disputa com Puccinelli e Zeca do PT

Redação

O ex-deputado estadual Semy Ferraz pode concorrer ao governo do Estado. Para 2010, já estão na disputa o governador André Puccinelli (PMDB) e o ex-governador Zeca do PT.

De acordo com o presidente do PCdoB, Moacir Abreu, o partido fez um convite a Ferraz, que atualmente dirige a Saerb (Serviço de Água e Esgoto de Rio Branco), no Acre. "Ele ficou bastante animado com a possibilidade", relata.

Moacir explica que o partido já havia feito convite em outras ocasiões, proposta que foi renovada para 2010. "Ele não pôde afirmar nada ainda porque está trabalhando no governo do Acre", afirma, contudo, o ex-deputado deve responder à proposta do PCdoB até o fim do mês.

Semy foi eleito deputado pelo PT, mas deixou o partido após não ser reeleito. "Ele teve problemas e o partido [PT] não lhe deu muito respaldo". Dois dias antes das eleições, um assessor de Semy foi detido por compra de votos. O então deputado denunciou que foi vítima de um falso flagrante. Durante a investigação, a Polícia Federal concluiu que os indícios apontavam para uma armação.

Em âmbito nacional, o PT também pode enfrentar um militante histórico. A senadora Marina Silva estuda deixar o PT e ser candidata à presidência pelo PV.

Televisão - Segundo o dirigente do PCdoB, o partido pretende atrair aliados para a candidatura própria ao governo, cargo que nunca disputou em Mato Grosso do Sul. A intenção é atrair o PV e o PSB. A hipotética aliança resultaria em mais de 4 minutos de propaganda eleitoral na televisão para o candidato do bloco. "

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions