A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

12/07/2013 16:35

Servidores protestam por reajuste e avaliam proposta da Prefeitura

Elverson Cardozo
Servidores foram com cartazes para a frente da prefeitura. (Foto: Divulgação)Servidores foram com cartazes para a frente da prefeitura. (Foto: Divulgação)

Pelo menos 80 funcionários da Prefeitura de Nova Alvorada do Sul, município distante 120 quilômetros de Campo Grande, se reuniram na tarde desta sexta-feira (12), para uma manifestação pacífica em frente à sede do Executivo Municipal. Depois de meses tentando contato, eles conseguiram, enfim, uma reunião com o prefeito Juvenal de Assunção Neto (PMDB). A reivindicação principal é o aumento e a reposição salarial.

O encontro foi no gabinete de Juvenal e durou mais de 3 horas. O presidente do Sindnas (Sindicato dos Servidores Públicos de Nova Alvorada do Sul), Aurélio Borges Silveira, de 50 anos, disse que a ação foi pacífica, mas a conversa ainda não terminou.

O prefeito, segundo ele, apresentou uma proposta de reposição e aumento para os próximos meses, de 5%, 5% e 3%, somando 13%. O valor apresentando é menos da metade do que funcionários cobram, mas a tentativa de acordo será posta em pauta em uma assembléia com os servidores, na segunda-feira (13).

“A gente sempre espera mais porque nosso salário base aqui é muito baixo. Varia de R$ 712,00 a R$ 837,00”, disse, ao comentar que o Sidnas vem cobrando pelo menos 27% de reajusta, sendo 10% referente ao salário e 17% da defasagem de pelo menos 8 anos.

Além dessas duas reivindicações, a classe, de acordo com o presidente, também pede a revisão do estatuto, incorporação de bônus e chamada de concurso público, entre outros. A luta tem o apoio de político. O vereador Paulo Roberto de Oliveira, o Paulo Puffy , do PT, não participou da reunião, mas está inteirado do assunto e considera a manifestação justa.

“A data base do município é primeiro de maio. O reajuste teria que ter saído nessa data, mas até hoje o prefeito vem protelando. Não atendia o sindicato. Pelo menos umas 4 reuniões foram desmarcadas”, afirmou.

O grande problema, ele comentou, é que o prefeito alega falta de recurso, mas há a arrecadação de Nova Alvorada do Sul, teve aumento significativo de receita. “Há dados que comprovam o contrário”, ele contesta.



Prefeito foi acuado dento da Prefeitura e obrigado a ceder o aumento, aqui em Nova Alvorada do Sul o povo esta atento ao descaso com o servidor público. Se não cuidar vamos organizar para verificar a pasta de contratações com valores absurdos, fica atento.
 
Miro Moreno em 12/07/2013 18:21:26
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions