A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

20/03/2014 15:25

Simone abre mão do Senado por André e vê impasse em dar Governo a Jerson

Viviane Oliveira e Leonardo Rocha
Vice-governadora diz André Puccinelli é o político mais experiente do Estado.  (Foto: Cleber Gellio) Vice-governadora diz André Puccinelli é o político mais experiente do Estado. (Foto: Cleber Gellio)

A vice-governadora Simone Tebet (PMDB) afirmou que irá abrir mão da candidatura ao Senado, para que o governador André Puccinelli (PMDB) possa ser candidato. Ela também informou que a decisão pode sair na próxima semana. No entanto, Simone admite que o PMDB enfrenta um grande dilema se for deixar o comando do Estado nas mãos do presidente da Assembleia Legislativa, Jerson Domingos, que apoia o candidato da oposição. 

"Eu abro mão do compromisso que o governador tem comigo, para ele ser candidato ao Senado. André é o político mais experiente do Estado, e ficar sem sua atuação seria uma grande perda para o Estado", anunciou ela. 

Se o governador for para o Senado, Simone disse que a tendência é ela ficar a frente do governo estadual, mas não descartou a possibilidade de ser suplente do governador. "Ainda não foi definido, teria que haver uma discussão no partido", disse. 

Simone lembrou que caso os dois saiam do governo estadual, o comando do executivo ficaria com o presidente da Assembleia, o deputado Jerson Domingos (PMDB). "Tem esta possibilidade, mas então entramos em um novo impasse, já que o deputado está apoiando o adversário do PMDB na sucessão estadual", disse. 

A governadora acredita que na próxima semana o governador dê uma reposta final sobre o assunto. “O único impasse é a decisão pessoal de André de ser candidato ao Senado”, completou.

Resposta - Para Jerson Domingos, a hipótese de o governo ficar para ele está descartada, mas se isso acontecer afirma que vai dar continuidade aos projetos de André Puccinelli e assumir a responsabilidade.

Entretanto, Jerson diz que não volta atrás na decisão de apoiar o senador Delcídio do Amaral (PT) por uma questão de "convicção".

 

André vai ouvir eleitores para decidir se disputa o Senado, diz Mochi
O governador do Estado, André Puccinelli (PMDB), irá se basear em pesquisas realizadas com os eleitores do Estado para decidir ou não pela candidatur...
Senado aprova criação de cargos no Tribunal Regional do Trabalho
O Senado aprovou a criação de oito cargos de provimento efetivo no TRT/MS (Tribunal Regional do Trabalho). O projeto foi apresentado pelo TST (Tribun...
Assembleia pode votar polêmico projeto "Lei Harfouche" nesta semana
Considerado polêmico, o projeto chamado de "Lei Harfouche", que prevê a reparação de danos por alunos, em casos de atos de vandalismo em escolas, pod...


Sou fã da Simone, ela sim devia ser a canditada ao governo do estado, mas como já foi definido o nome do Nelsinho, nada mais ha a fazer> Quanto a abrir mão da vaga de senadora a favor do André, mostra toda sua sensibilidade e habilidade politica, pois com certeza ela seria eleita mas tem toda razão em achar que nós não podemos ficar sem o André sem um cargo por muito tempo. Também tem razão quanto a deixar o governo nas mãos do Jerson tendo em vista ele apoiar o Delcido, isso seria a mesma coisa que deixar o rato cuidando do queijo, portanto o melhor caminho é ela permanecer à freente do governo. É uma pena o Jerson sendo do PMDB apoiar o canditado do PT, mais também endendo que ele tem suas razões, tanto é que voto nele para deputado.
 
juvenil marques do vale em 20/03/2014 17:36:17
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions