A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

16/06/2014 18:31

Só na Capital, 22% dos que votaram na eleição da OAB-MS são inadimplentes

Josemil Arruda
Advogados puderam votar até as 17 horas (Foto: Pedro Peralta)Advogados puderam votar até as 17 horas (Foto: Pedro Peralta)

Apesar da crise em torno do presidente da seccional sul-mato-grossense da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MS), Júlio Cesar Souza Rodrigues, e da eleição ser parcial, os advogados compareceram em peso, inclusive os inadimplentes, para depositar seus votos nas urnas nesta segunda-feira (16), encerrada às 17 horas.

Por força de liminar do juiz Odilon de Oliveira, confirmada pelo Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3), 1.200 inadimplentes votaram só em Campo Grande de um total de 5.400 advogados, o que representou 22,22%, segundo Márcio Kayatt, membro da comissão eleitoral e do Conselho Federal da OAB. Ainda não há informações do interior, já que os mapas estão sendo enviados pelas 35 subseções do interior.

O voto na OAB é ao mesmo tempo um direito e uma obrigação do inscrito. Quem não votar, segundo as normas da entidade, tem de pagar uma pesada multa de 20% sobre o valor da anualidade (quase R$ 900), que chega a aproximadamente R$ 180,00.

Duas chapas estão concorrendo, uma liderada por Alexandre Bastos (Chapa 1) e outra por Elias MansourKarmouche (Chapa 2), e a expectativa é de que o resultado da eleição seja conhecido daqui a uma hora.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions