A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

19/04/2016 12:03

STF homologa delação de ex-chefe de gabinete de Delcídio do Amaral

Senador também fez acordo de colaboração premiada

Mayara Bueno
Chefe de gabinete do senador Delcídio do Amaral (sem partido). (Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil)Chefe de gabinete do senador Delcídio do Amaral (sem partido). (Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil)

O STF (Supremo Tribunal Federal) homologou a delação premiada de Diogo Ferreira, ex-chefe de gabinete do senador Delcídio do Amaral (sem partido-MS). A autorização aconteceu em 14 de abril.

De acordo com o Estadão, nos depoimentos, Diogo confirma a colaboração feita pelo senador e ex-líder do governo, inclusive no ponto sobre a tentativa do Planalto em intervir na Operação Lava Jato.

Ele também confirma o envolvimento do filho do pecuarista José Carlos Bumlai, amigo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na tentativa de comprar o ex-diretor da Petrobras, Nestor Cerveró. Ferreira também foi preso nos desdobramentos da operação.

Delcídio do Amaral também é delator da Lava Jato. Em seu depoimento, o senador afirmou que o governo tentou intervir nas investigações, por meio do Judiciário. Segundo ele, a indicação do desembargador Marcelo Navarro Ribeiro Dantas para o STJ (Superior Tribunal de Justiça) teve intuito de determinar a soltura de executivos presos na operação.

Diogo Ferreira, em seus depoimentos, confirmou que Navarro esteve ao menos três vezes no gabinete de Delcídio, que destinava a ele atenção especial. O ex-chefe disse que sabia pelo parlamentar que a indicação do ministro tinha o objetivo de liberar réus da Lava Jato.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions