ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, SEGUNDA  21    CAMPO GRANDE 18º

Política

Suplentes são obrigados a deixar cargos em Corumbá

Por Redação | 12/05/2010 22:33

O presidente da Câmara de Corumbá, Antônio Viana "Galã" (PT), deve tornar sem efeito a posse dos suplentes de vereador Cristina Lanza (PT), Roberto Façanha (PMDB), Antônio Juliano de Barros (PSDB) e João Lucas Martins (PP), empossados através de liminar concedida pelo TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul).

A determinação é do juiz Roberto Ferreira Filho, responsável pela 7ª Zona Eleitoral, que indeferiu o pedido de antecipação de tutela feito pelos suplentes, de acordo com informações do site Diarionline.

Depois de intimado, Galã tem 24 horas para cumprir a determinação. Se desobedecer ao prazo determinado, ele estará cometendo improbidade administrativa e pode ser preso em flagrante, determinada pelo juiz em sua decisão, datada de 11 de maio.

Os suplentes de vereador podem recorrer da decisão ao TRE (Tribunal Regional Eleitoral).

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário