ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, DOMINGO  14    CAMPO GRANDE 20º

Política

Terceira via: MDB 'apresenta' Simone Tebet ao Brasil a partir do dia 10 de março

Propaganda eleitoral com senadora traz crítica indireta aos adversários da polarização

Por Gabriela Couto | 27/02/2022 10:46
Senadora Simone Tebet (MDB) em propaganda do partido. (Foto: Reprodução)
Senadora Simone Tebet (MDB) em propaganda do partido. (Foto: Reprodução)

O MDB já está com os vídeos prontos para apresentar a senadora Simone Tebet ao país nas inserções partidárias da TV, a partir do dia 10 de março. As imagens divulgadas pela coluna Painel, da Folha de São Paulo, mostram a pré-candidata à presidência da República como alternativa para a terceira via.

A senadora faz críticas indiretas aos principais candidatos na corrida eleitoral que estão polarizando a disputa, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o presidente Jair Bolsonaro (PL).

"Fome, miséria, desemprego, comida muito cara. Nossos problemas não vão ser resolvidos pelos políticos do passado, nem por quem não respeita as instituições e agride a democracia", afirma a pré-candidata.

Com o slogan "Simone Tebet, uma esperança para o Brasil", a senadora deve entrar na programação da televisão por 30 segundos. O material foi produzido pelo publicitário Felipe Soutello.

Em outro vídeo, Simone fala sobre moradia justamente em um momento que o país vive uma das maiores tragédias após as chuvas em Petrópoles (RJ), que mataram mais de 200 pessoas.

"O que pode ser mais importante para uma família, do que um teto para morar? Casa própria, moradia, habitação. Um sonho cada dia mais distante. É precisa acabar com as áreas de risco, urbanizar comunidades e favelas, dar dignidade para as pessoas. É preciso experiência e trabalho. Eu sou Simone Tebet e juntos nós vamos reconstruir o Brasil."

Ainda sem sair do 1% da intenção de votos nas pesquisas que estão sendo divulgadas, o partido optou em usar a imagem de Simone durante as inserções que na teoria deveriam ser partidárias para promover o trabalho da sigla.

Vale lembrar que o partido ainda trabalha com a hipótese de abrir mão da candidatura de Simone, em um provável federalização partidária com PSDB, União Brasil e Cidadania. As discussões continuam até o dia 31 de maio.

Nos siga no Google Notícias