ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, SEXTA  19    CAMPO GRANDE 29º

Política

Termina prazo para prefeitura explicar ao TCE diferença milionária na folha

Poder Executivo tem até o fim da 3ª feira para fazer a inserção de dados no sistema

Aline dos Santos e Caroline Maldonado | 06/06/2023 11:58
Tribunal fez inspeção nas contas da Prefeitura de Campo Grande. (Foto: Henrique Kawaminami)
Tribunal fez inspeção nas contas da Prefeitura de Campo Grande. (Foto: Henrique Kawaminami)

Termina nesta terça-feira (dia 6) o prazo para a Prefeitura de Campo Grande prestar esclarecimentos ao TCE/MS (Tribunal de Contas do Estado) sobre diferença milionária na folha de pagamento.

Em 4 abril, inspeção da Corte Fiscal nas contas da administração municipal revelou divergência milionária nos gastos com pessoal. A equipe técnica, que se debruçou sobre as despesas de janeiro a dezembro de 2022, apontou diferença de R$ 386.186.294,18 entre a despesa apurada conforme as folhas de pagamentos enviadas ao TCE e a executada orçamentariamente.

Na ocasião, foi dado prazo de 20 dias úteis para o Poder Executivo prestar informações. No dia 9 de maio, a prefeitura pediu prorrogação, concedida pela Corte Fiscal.

Nesta terça-feira, o TCE informou que a manifestação é realizada em ambiente virtual e que a prefeitura tem até o fim do dia para fazer a inserção de dados no sistema.

João Rocha diz que prefeitura pretende cumprir prazos. (Foto: Caroline Maldonado)
João Rocha diz que prefeitura pretende cumprir prazos. (Foto: Caroline Maldonado)

 O secretário municipal de Governo e Relações Institucionais, João Rocha (PP), sinalizou que deve cumprir os prazos. “Não conversei sobre isso hoje porque vim direto para a Câmara, mas já fizemos uma reunião no sentido de verdadeiramente cumprir os prazos”, disse, em entrevista nesta terça-feira.

Rocha, que é vereador licenciado, assumiu o cargo no primeiro escalão em maio e foi hoje à Casa de Leis para visita de cortesia.

No último dia 24, o conselheiro do TCE, Osmar Domingues Jeronymo, comentou que as irregularidades  são visíveis e que não daria novo prazo para a manifestação da prefeitura.

Nos siga no Google Notícias