A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

23/09/2011 11:31

Trad indica custo de R$ 13 milhões para instalar câmeras nas ruas

Fabiano Arruda e Aline dos Santos

Projeto foi aprovado pela Câmara Municipal e aguarda sanção do prefeito

Prefeito diz que vai pleitear recurso no Ministério da Justiça. (Foto: João Garrigó)Prefeito diz que vai pleitear recurso no Ministério da Justiça. (Foto: João Garrigó)

A instalação de câmeras de segurança na região central e em outros pontos de Campo Grande pode demandar pelo menos R$ 13 milhões para execução do projeto aprovado pela Câmara Municipal e que espera sanção do prefeito de Campo Grande Nelsinho Trad (PMDB).

A indicação do valor foi feita pelo próprio prefeito durante entrevista nesta manhã.

Ele revelou que a tendência é sancionar o projeto e que já pleitearia os R$ 13 milhões no Ministério da Justiça para bancar a instalação das câmeras.

O prefeito também indicou que o financiamento pode vir por meio de parceria com empresários da Capital.

Um dos autores do projeto, o vereador Marcos Alex (PT) afirmou que já se reuniu com o chefe do Executivo Municipal e o comandante da Guarda Municipal da Capital, coronel Paulo César Ayres, para debater o projeto.

Segundo o parlamentar, o número exato de recursos, bem como a quantidade e os pontos de instalação das câmeras, só serão conhecidas após a sanção do prefeito, pois estes detalhes “cabem ao Poder Executivo”.

Número de câmeras a sere instaladas só deve ser definido após sanção do prefeito.Número de câmeras a sere instaladas só deve ser definido após sanção do prefeito.

Conforme o vereador, o prefeito sinalizou que vetaria o artigo 3º do projeto que rege sobre dotação orçamentária própria.

“Acredito que em 15 dias teremos a votação do veto, a sanção do projeto e reunião entre Polícia Militar, Guarda Municipal, prefeito, Instituto de Tecnologia e Câmara, para debatermos amplamente o funcionamento”, disse Marcos Alex.

Ele acrescentou ainda que, por ora, os principais alvos do videomonitoramento serão saídas da cidade, zona central, portas de escolas e estabelecimentos bancários.

O petista ainda comentou que o aproveitamento de cabos de fibras óticas da cidade, bem como a inclusão de câmeras de empresas no sistema, são pontos considerados bastante viáveis.

Entidades devem fazer panfletagem a favor do videomonitoramento
Conselho Comunitário de Segurança quer mobilizar a sociedadeA implantação do Sistema de Videomonitoramento na região central de Campo Grande deverá ...
Aprovado projeto de videomonitoramento em vias públicas na Capital
Vereadores aprovaram na sessão desta quarta-feira, em regime de urgência, Projeto de Lei que dispõe sobre a “instalação e operação do sistema de vide...


Parabens Gloria, mais uma pessoa estar enchergando as criminalidades na política. Precisa mais, aprender a votar e mudar, o continuismo mantem esses crimes e criminosos no poder. O dinheiro arrecadado injustamente com Estacionamento irregular no Centro, pagaria os custos dessas câmaras.
 
luiz alves pereira em 26/09/2011 08:05:10
Por que será, que todas a obras do poder público são caríssimas! Quem fiscaliza, para saber se é verídico esse valor, alguém pode me dizer?
 
gloria aparecida em 24/09/2011 08:56:57
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions