A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

18/01/2011 09:10

Trad vai ao Ministério da Saúde para informar sobre greve dos agentes

Aline dos Santos

O prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PMDB), vai passar a terça-feira em Brasília. Desde ontem no Distrito Federal, Nelsinho terá reuniões nos Ministérios das Cidades, Saúde e Integração Nacional.

No Ministério da Saúde, Trad vai informar o governo federal, que financia programas de combate à dengue, sobre a greve dos agentes de saúde pública e controle de epidemiologia.

A paralisação foi considerada ilegal pela justiça, mas os grevistas não recuaram e o movimento já entra no 15º dia. Trad vai explicar as medidas administrativas tomadas pela prefeitura.

O Poder Executivo criou comissões e instaurou processo administrativo contra os sindicalistas e 355 agentes. Os grevistas também terão o ponto cortado. Os agentes reivindicam aumento salarial de R$ 700 para R$ 2.100.

A greve foi declarada ilegal e abusiva pela justiça, que fixou multa de R$ 25 mil para Sindicato dos Trabalhadores em Saúde Pública em Campo Grande em caso de descumprimento da decisão.

Na mesma ação, a prefeitura pede que a multa seja extensiva aos agentes. O sindicato representa cerca de 630 agentes.

Secretário mantém linha-dura e diz que não olha nem na cara de grevista
A prefeitura de Campo Grande mantém linha-dura em relação à greve dos agentes de saúde pública e controle de epidemiologia. A paralisação chega ao dé...
Prefeitura quer que agentes também paguem multa por greve ilegal
O prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PMDB), divulgou nota de esclarecimento sobre a greve dos agentes de saúde pública e controle de epidemiolo...
Agentes de saúde registram B.O contra presidente do sindicato
Elas alegam ter sofrido ofensas e constrangimento em públicoTrês agentes de saúde que não aderiram à greve da categoria registraram ontem boletim de...


Entrar em um acordo com a classe, dar condições dignas de salários aos ASP´S, isso o prefeito que vcs elegeram, não quer, mas aumentar o IPTU em mais de 100% nas localidades ele sabe , sem nem consultar ninguém. Olhe a cidade precisa do árduo trabalho destes servidores e vc nem sequer ainda sentou para negociar, não é! E a auditoria na SESAU , e as explicações em Brasília isso vc nem fala aos seus eleitores!
 
tatiane silva em 22/01/2011 08:59:31
Caro Jonimar Cabreira! O senhor insiste em colocar meu nome na relação daqueles que são contra a melhoria do salário dos agentes comunitários de saúde e de epidemiologia. Pelo contrário, acho que realmente eles ganham muito pouco, como também é alvitante o salário da maioria dos servidores municipais. Para conhecimento do colega, gostaria de informar que no ano de 2007, juntamente com um contabilista, fizemos levantamento das perdas salariais dos servidores da Prefeitura Municipal, desde a implantação do Plano Real, constatando que para algumas categorias, a defasagem salarial foi superior ao índice de 160%. Referido trabalho que, há época, foi entregue ao Prefeito Municipal ficou marcado pela comprovação de uma ferrenha política de achatamento salarial ocorrida nos últimos dez anos, bastando para evidencia-la, a comparação dos índices de reajustes salariais ocorridos no período, em relação ao percentual de aumento constante da arrecadação. Faço esse preâmbulo, para dizer ao colega que tenho pleno conhecimento da estrutura administrativa da Prefeitura Municipal, da sua receita e dos gargalos que precisam ser estancados para que volte a existir uma política de valorização da classe trabalhadora que faz a engrenagem da máquina administrativa da Prefeitura funcionar. Em verdade sou contra o ilegal SINTESP que novamente deflagrou uma greve de parcela dos trabalhadores da área de saúde, sem nenhum respaldo jurídico e estratégia de ação, colocando inúmeros servidores, em sua maioria pais de família, sob o risco de perderem seus cargos, por estarem sendo usados como massa de manobra de um pseudo sindicato que está a serviço de um partido político e não é reconhecido pelo Ministério de Trabalho e Emprego. A "Espada de Dâmocles" ameaça a cabeça de todos os grevistas e esperamos que o ilegal SINTESP não fuja da raia, colocando aqueles que acreditam em suas promessas, à própria sorte.
 
0scar Mendes em 19/01/2011 10:42:00
É preocupante a direção para a qual se aponta toda essa discussão envolvendo a greve dos servidores epideomológicos e agentes de saúde pública. Além de estar tomando caminhos pessoais, está levando claramente o servidor ao engano. Talvez o sintesp tenha agido com boas intencões, mas o fato das reuniões estarem sendo feitas na sede de um partido político, descaracteriza o movimento: como já dizia o ditado, "de boas ações o inferno está cheio". Além disso, enquanto o Ministério do Trabalho não determinar a legalidade do sintesp, seus representantes estão incorrendo em crime, e se é ilegal, deve ser tratado como tal à margem de qualquer negociação e ainda sem crédito daquilo que fala, já que não reconhece sequer, sua FALTA DE DIREITOS enquanto sindicato, induzindo os seus seguidores ao erro. De forma irresponsável, as alegações apresentadas como sendo direito do servidor vêm sendo manipuladas; estão conscientemente distorcendo toda e qualquer informação que está sendo passada para esclarecer o servidor. Alerto à vocês, servidores grevistas! Procurem orientação jurídica CONFIÁVEL, para então decidirem qual caminho irão tomar, cientes das consequências, já que as punições possíves afetarão a vida de vocês, pais e mães de família que dependem dos salários para sobreviverem. Servidores, CUIDADO, vocês, infelizmente estão sendo enganados, a greve não é um direito que se pode dispor a qualquer tempo ou de qualquer forma: existem regras determinadas em lei. Fugindo da discussão sintesp e SISEM, que é sim, mais um complicador ao movimento, já que os servidores precisam ter um intermediador LEGALMENTE constituído, levanto a questão de saúde pública envolvendo à falta desses servidores na rua, um serviço essencial. É direito dos senhores terem melhores salários e condições de trabalho sim, isso NÃO SE DISCUTE, contudo não será dessa forma que alcançarão êxito. Portanto, não esperem a exoneração ou, um vizinho ou familiar morrer por complicações causadas pela dengue, para então arrependerem-se.
 
Cristiana Junqueira em 19/01/2011 08:23:21
A falta de educação nas pessoas e uma das que trás as principais tragédias na vida social das pessoas seja no transito, no trabalho, nos bares, enfim no dia a dia da população, mas a falta de respeito isto já vem de berço, “uma ma criação forma um mau caráter na vida da pessoa”, ai aparece um personagem fazendo um comentário desses como foi o do senhor se e que podemos chamar ele assim; periperis rodrigues do prado em 19 de janeiro de 2011 - quarta às 01:27. Comparando esses trabalhadores que lutam pelos seus direitos, pais de famílias, mães corajosas que batalham para o sustento de suas famílias, de oportunistas e comparando eles a juruna e tiririca, nenhum servidor publico e palhaço e tão pouco bobo em relação a algumas pessoas sem estrutura emocional, pois este movimento com negociações com o prefeito vem sendo feito desde de 2009, sempre que os agentes de saúde publica procuraram o prefeito sempre levaram um não como resposta, então fique sabendo que toda essa movimentação ela tem começo, meio e fim, pois se o senhor se informasse melhor lendo leis, decretos, portarias isto sim se o senhor esta em busca de conhecimentos que te tragam inteligência, verifique a LEI Nº 11.350, DE 5 DE OUTUBRO DE 2006 e a PORTARIA No- 3.178, DE 19 DE OUTUBRO DE 2010, e que se faça a justiça certa pois e um movimento certo que procura condições melhores de trabalho a esses agentes de saúde publica, e ao senhor periperis rodrigues do prado que deus te ilumine e te encaminhe a salvação.
 
jonimar cabreira em 19/01/2011 01:18:08
Caro senhor Oscar Mendes! A sua fala como membro do sindicato SISEM, continua desde o tempo do antigo presidente Valdir Gomes, se fala muito e não se faz nada por isso que nos últimos 10 anos este sindicato que e legalizado e legitimo cada vez perde seus valorosos servidores públicos como integrante deste sindicato, neste ano que o senhor se refere de 2007, duas pessoas integrantes nos procurou nas nossas salas de serviço, a senhora Maria e o senhor Davi, com proposta de Plano de cargos e carreiras, participei e vi de perto que a ladainha que o senhor esta falando foi a mesma de tanto tempo atrás, bastou um não do prefeito e vocês se calaram agora que apareceu um SINDICATO O SINTESP, com coragem de lutar pelo servidor publico, que em pouco tempo (já é fato real) terá toda sua documentação legal junto as entidades de direito, o senhor aparece falando do FALIDO Sisem, este sim foi corrompido pelo poder municipal, poderia o senhor explicar o que virou do terreno que era do sindicato no parque dos poderes, porque vocês se calaram por tanto tempo sem ajudar o servidor nos Plano de cargos e carreiras, sem batalhar nos aumentos que o governo federal repassou a prefeitura municipal na LEI Nº 11.350, DE 5 DE OUTUBRO DE 2006. onde o salário base teve aumento e o incentivo de produtividade ficou estabelecido em Fixar em R$ 714,00 (setecentos e quatorze reais) por Agente Comunitário de Saúde -
ACS, a cada mês, o valor do Incentivo Financeiro referente aos Agentes Comunitários de Saúde das estratégias, Agentes Comunitários de Saúde e Saúde da Família.
Pela portaria PORTARIA No- 3.178, DE 19 DE OUTUBRO DE 2010, já que o senhor esta ciente e fez uma contabilidade para saber as perdas de salário do servidor por que ate agora não lutou para os melhoramentos da classe de servidores publico, pois todo ano tem a data base de aumento salarial, o senhor esta desde 2007 e ate agora o senhor não tem uma resposta para dar ao servidor publico municipal, pois estamos em 2011 e nada mudou, acho eu que e por isso que muitos de nossos servidores filiados desistimos deste sindicato legitimo e legal, pois ate agora não teve postura de sindicato e nem coragem para lutar pelos seus integrantes servidores, pois a postura deste sindicato e a mesma que o senhor se referiu no seu comentário a "Espada de Dâmocles", vocês cortaram as cabeças dos servidores público justamente para não explicarem nada e ficaram como “cortesãos bastante bajuladores na corte municipal”, por isso o seu comentário sobre partido político “cuidado” porque este sindicato falido Sisem a algum tempo vem se calando para partido político, “ não julgue para não ser julgado”. Para todos os servidores que buscam seus direitos de fatos.
SUA VIDA E DEUS

Deus abençoe a vida de vocês!

Nos momentos felizes louve a Deus,

Nos momentos difíceis busque a Deus,

Nos momentos silenciosos adore a Deus,

Nos momentos dolorosos confie em Deus,

E em cada momento da sua VIDA,

Agradeça a Deus!
 
jonimar cabreira em 19/01/2011 01:16:48
Posso estar equivocada, mas, não seria atribuição do prefeito resolver o problema da greve dos agentes ? Porque ir a Brasília informar sobre um assunto que está na mídia há um bom tempo? Porque não dar o aumento que esses valorosos trabalhadores merecem, afinal o IPTU já aumentou
 
MARLENE LOPES em 18/01/2011 10:47:49
Tal como o André foi um péssimo prefeito e se elegeu e reelegeu governador, assim será com o Nelsinho. Não tenha dúvida. Cada povo tem o governo que merece. Todas as obras que estamos vendo em Campo Grande é obra Federal com recursos do PAC.
 
Ezio José em 18/01/2011 09:05:03
ESSE PREFEITO NÃO DÁ CONTA NEM DA SAÚDE E AINDA É MÉDICO GENTE VIMOS QUE ELE NÃO SERVE MAIS PRA NOSSA CAPITAL E PIOROU ESTADO VAMOS MOSTRAR PRA ELE QUEM MANDA NA ELEIÇÃO QUEM VEM E NADA DE PARENTES DELE VAMOS COLOCAR GENTE DO POVO GENTE TRABALHADORA E SEM NOME GENTE POBRE E COMPETENTE VAMOS ACABAR COM ISSO NAS ELEIÇÕES NADA DE VOTAREM NOS IRMÃO E NOS PARENTES DELE HEIN POVÃOOOO
 
Fernanda Muniz em 18/01/2011 07:01:27
É BOM MESMO O PREFEITO FALAR DOS AGENTES DA NOSSA CAPITAL, MAS É INTERESSANTE ELE FALAR A VERDADE, POIS NA ULTIMA VEZ QUE O MINISTRO VEIO A NOSSA CIDADE ELE DISSE QUE OS AGENTES DA CAPITAL ERA OS MAIS BENS PAGOS DO PAÍS, MAS ISSO NÃO É VERDADE.
 
patricia castro em 18/01/2011 05:26:04
Lamentavelmente, a disparidade salarial entre os trabalhadores da saúde é surpreendente. De fato, a OMS vem fazendo um extenso trabalho sobre o assunto.

Enquanto os Agentes de Saúde ganham um salário de fome, no interior de nosso Estado os médicos ganham mais que os prefeitos. Nada contra os médicos, pois, estudaram e merecem um salário condizente. Mas, esta extrema diferença salarial gera rebeliões entre a classe trabalhadora.

Os Agentes de Saúde merecem um salário digno, pois, enfrentam sol e chuva e colocam a mão na massa!

Viva a Justiça Social! Salário Digno para os Trabalhadores da Saúde!

 
Luiz G Mendes Jr em 18/01/2011 03:58:27
Vou mandar um recado ao vice: 'se cuida ' 'EDIL', O nELSINHO TA FAZENDO UMA PESSIMA ADM. E VC QUE É VICE TEM QUE PEGAR O LUGAR DELE, TIRA ELE DAI ESTE TURQUINHO NÃO TEM IDEIAS E NEM TA AI PARA OS TRABALHADORES, E AINDA PENSA EM SER GOVERNADOR...ISSO NUNCA..POIS O ESTADO É OUTRA COISA QUE NUNCA ELE ALCANÇARA, POIS ESTA PROVANDO QUE É RUIM DE EXECUTIVO, O QUE ELE SABIA MESMO E SER VEREADOR QUE NADA FAZ E SO PEDE...
 
Celso Russo em 18/01/2011 03:38:32
Seria muito interessante nosso prefeito ir a Brasília mesmo, mas levando estas seguintes leis criadas pelo governo federal.
PORTARIA No- 3.178, DE 19 DE OUTUBRO DE 2010
Fixa o valor do incentivo de custeio referente à implantação de Agentes
Comunitários de Saúde.
O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE, no uso de suas atribuições, e
Considerando a Política Nacional de Atenção Básica, aprovada pela Portaria nº 648/GM/MS, de
28 de março de 2006;
Considerando os gastos da gestão municipal com a contratação de Agentes Comunitários de
Saúde das estratégias, Agentes Comunitários de Saúde e Saúde da Família, em conformidade à legislação
vigente; e
Considerando a necessidade de revisar o valor estabelecido para o incentivo de custeio referente
aos Agentes Comunitários de Saúde das estratégias Agentes Comunitários de Saúde e Saúde da Família,
definido pela Portaria nº 2.008/GM/MS, de 1º de setembro de 2009, resolve:
Art. 1º Fixar em R$ 714,00 (setecentos e quatorze reais) por Agente Comunitário de Saúde -
ACS, a cada mês, o valor do Incentivo Financeiro referente aos Agentes Comunitários de Saúde das
estratégias, Agentes Comunitários de Saúde e Saúde da Família.
§ 1º Estabelecer como base de cálculo do valor a ser transferido aos Municípios e ao Distrito
Federal o número de ACS registrados no cadastro de equipes e profissionais do Sistema Nacional de
Informação definido para este fim, no mês anterior à respectiva competência financeira.
§ 2º No último trimestre de cada ano será repassada uma parcela extra, calculada com base no
número de Agentes Comunitários de Saúde registrados no cadastro de equipes e profissionais do Sistema
de Informação definido para este fim, no mês de agosto do ano vigente, multiplicado pelo valor do
incentivo fixado no caput deste artigo.
Art. 2º Definir que os recursos orçamentários, de que trata esta Portaria, corram por conta do
orçamento do Ministério da Saúde, devendo onerar o Programa de Trabalho 10.301.1214.20AD - Piso de
Atenção Básica - Saúde da Família.
Art. 3º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos financeiros a partir
da competência julho de 2010.
JOSÉ GOMES TEMPORÃO
Isto é, PRODUTIVIDADE GERENCIADA PELO SUS.
E mas essa, LEI Nº 11.350, DE 5 DE OUTUBRO DE 2006. que tem a base salarial criada pelo governo federal, para os municípios.
Art. 20. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.
Art. 21. Fica revogada a Lei no 10.507, de 10 de julho de 2002.
Brasília, 9 de junho de 2006; 185o da Independência e 118o da República.
LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA
José Agenor Álvares da Silva
Paulo Bernardo Silva




AGENTE DE COMBATE ÀS ENDEMIAS
CLASSE NÍVEL SALÁRIO - 40 HS
D 20 1.180,99
19 1.152,18
18 1.124,08
17 1.096,67
16 1.069,92
C 15 1.018,97
14 994,12
13 969,87
12 946,21
11 923,14
B 10 879,18
9 857,73
8 836,81
7 816,40
6 796,49
A 5 758,56
4 740,06
3 722,01
2 704,40
1 687,22

Já a muito tempo o prefeito teria que aumentar o salário desta classe, fica o registro para essas pessoas que estão comentando sem noção madalena centuriao, maira mendes, rosangela silva, periperis Rodrigues, abraao do nascimento, Ana Gonçalves, e o senhor Oscar mendes e os demais, leiam com atenção estas leis, pois e de direito, pois acho que vocês são de gabinete por isso esses comentários falsos e maldosos. Este movimento e de direito e se faz necessario, pois aonde vai este valor repassado pois o base da PMCG e de R$580,00 e o incentivo e de R$ 144,00 , conforme a Ref. e Classe. Porque ate agora não subiu o valor do base e nem o incentivo dado por LEI DO GOVERNO FEDERAL.
 
jonimar cabreira em 18/01/2011 02:55:15
Cada classe de trabalhadores bem que podia ter autonomia para corrigirem os próprios salários, assim como fazem os nossos politicos, ou alguém já viu politico entrar em greve.
 
walter barros de oliveira em 18/01/2011 01:46:00
E so cumprir o que a lei manda paga o que os agentes tem direito, quando e para aumentar os impostos não fique nesta sacagem.
 
Erasmo Acunha em 18/01/2011 01:13:09
o prefeito vai em brasilia so para tratar desse assunto sera ou vai pedir recurso para as enchentes novamente para nada ser resolvido
 
DIOGO DA SILVA em 18/01/2011 01:09:33
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions