A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

21/01/2009 15:10

TRE libera juiz para julgar crime eleitoral em Sapucaia

Redação

O TRE (Tribunal Regional Eleitoral) decidiu na segunda-feira, por unanimidade, arquivar o procedimento que pretendia impedir o juiz eleitoral Thiago Nagasawa Tanaka de julgar a Ação de Investigação Judicial Eleitoral referente às eleições municipais em Coronel Sapucaia no ano passado.

A decisão do TRE acompanha o parecer da Procuradoria Regional Eleitoral. A ação de impedimento foi ajuizada pela coligação "Por amor a Coronel Sapucaia", encabeçada pelo prefeito eleito Rudi Paetzold.

De acordo com a coligação, em 2 de outubro de 2008, dois ônibus lotados de passageiros partiram de Água Clara para Coronel Sapucaia. No regresso, os ônibus foram abordados por policiais do DOF (Departamento de Operações de Fronteira), na presença do Juiz Eleitoral.

A apuração empreendida em conjunto pelo DOF e o MPE (Ministério Público Eleitoral) resultou na instauração de uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral, devido à suspeita de que os ônibus teriam sido fretados pelo então candidato Rudi Paetzold, para transportar eleitores que votariam nele.

Segundo a coligação, o juiz Thiago Tanaka acompanhou a abordagem dos ônibus, razão por que estaria impedido de julgar a ação.

No entendimento do Procurador Regional Eleitoral, Pedro Paulo Grubits Gonçalves de Oliveira, não houve ilegalidades na abordagem dos ônibus.

"O juiz Thiago Nagasawa Tanaka estava no exercício legal do poder de polícia conferido à Justiça Eleitoral, de tal modo que não está impedido de julgar os feitos em que tenha exercido tal poder".

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions