A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

05/10/2014 11:15

TRE-MS divulga que 22 urnas tiveram problemas até o momento em MS

Leonardo Rocha e Liana Feitosa
Vinte e duas urnas tiveram problemas; seis foram substituídas. (Foto: Marcelo Calazans)Vinte e duas urnas tiveram problemas; seis foram substituídas. (Foto: Marcelo Calazans)

O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) divulgou que até o momento 22 urnas eletrônicas tiveram problemas nas eleições do Estado, sendo três em Campo Grande. Em relação a necessidade de substituição, houveram quatro no interior e duas na Capital, na mesma zona eleitoral.

Nos três problemas que ocorreram em urnas da Capital, duas foram em função da não impressão do boletim, que anota que nenhum voto foi registrado para o candidato na urna. Das que foram substituídas em Campo Grande, as duas são da 8° Zona Eleitoral.

As urnas substituídas no interior foram nos municípios de Amambai, Cassilândia, Ladário e Rio Brilhante, está última trocou ontem (04) quando foi entregue (urna), justamente para sanar os problemas.

Dois terminais compõem a urna eletrônica a do mesário, onde o eleitor é identificado e autorizado a votar, e o terminal do eleitor, onde é registrado numericamente o voto.

O terminal do mesário possui um teclado numérico, onde é digitado o número do título de eleitor, e uma tela de cristal líquido, onde aparece o nome do eleitor, se ele pertence àquela seção eleitoral e se está apto a votar. Antes da habilitação, nas seções onde há identificação biométrica, o eleitor tem sua identidade validada pela urna. Desta forma, um eleitor não pode votar por outro.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions