A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

21/02/2014 14:26

Troca de socos e agressões verbais interrompem reunião da OAB/MS

Zana Zaidan e Edivaldo Bitencourt
Sessão da OAB-MS terminou com ânimos exaltados  e conselheiros separando briga (Divulgação)Sessão da OAB-MS terminou com ânimos exaltados e conselheiros separando briga (Divulgação)

A reunião do Conselho Estadual da seccional de Mato Grosso do Sul da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) foi interrompida, na manhã de hoje, por socos, troca de ameaças e briga entre os conselheiros. O conselheiro estadual Carlos Magno Couto chegou a empurrar e dar socos em Carmelino Rezende, ex-presidente da Ordem, 68 anos. Copos e papéis foram arremessados. A briga avançou e um dos advogados abriu a porta de emergência do plenário, levando a confusão para o pátio da OAB. A situação foi tão grave, que funcionários se esconderam no banheiro com medo da confusão.

O episódio é mais um desdobramento do isolamento do presidente da seccional, Júlio César Rodrigues. As divergências na diretoria tiveram início quando Júlio César Rodrigues foi contratado por Alcides Bernal (PP) para advogar em favor do município, mesmo com o prefeito respondendo a processos éticos na entidade. As ações do presidente culminaram no pedido de intervenção do Conselho Federal na seccional, questão que estava na pauta da sessão, junto com a criação de uma comissão para averiguar despesas contratadas por Júlio César sem a anuência dos demais conselheiros - o que viola o regimento interno da Ordem - e outros assuntos internos.

Segundo o secretário-geral da OAB-MS, Jully Heyder Souza, desde o início da sessão Júlio César não queria colocar a pauta em votação e, por isso, a sessão foi suspensa por 15 minutos. “Ao voltarmos, parecia que tudo ia caminhar bem, mas o Carlos Magno continuou tentando impedir a votação e não deixava ninguém usar a palavra”, relata.

 

O advogado Carmelino Rezende saiu da sessão depois de ser agredido (Foto: Divulgação)O advogado Carmelino Rezende saiu da sessão depois de ser agredido (Foto: Divulgação)

Carmelino, então, se pronunciou, tentando organizar a sessão, e Couto respondeu de forma desrespeitosa. Segundo outro ex-presidente da OAB/MS, Carlos Marques, Carmelino foi chamado de "velho" que "não enxergava mais".

Ele teria rebatido o conselheiro, cobrando respeito, quando Couto, que estava sentado na outra extremidade da mesa de reuniões, se levantou e acertou dois socos em Carmelino, que tentou se defender e ambos acabaram caindo no chão. Copos e papéis foram arremessados, e uma mesa derrubada. 

Os membros presentes separaram a briga e tentaram acalmar os ânimos. Marques acredita que como a pauta tratava de assuntos “desagradáveis” para Júlio César, Couto, como um dos poucos apoiadores do presidente que restaram dentro do Conselho, tentou tumultuar a sessão, impedindo a votação. “Está uma situação insustentável. O atual presidente criou uma diretoria paralela, toma decisões sem consultar mais ninguém e, caso o Conselho Federal não acelere a solicitação de intervenção na entidade, vamos recorrer a Justiça”, acrescenta Marques.

No Facebook, ele postou que a entidade "vive o pior momento da sua história". "Por sorte, eis que fomos alvos de diversos ataques verbais pelo Conselheiro agressor, que descontroladamente e em defesa dos atos ímprobos do Presidente Julio, disparava palavras insanas e agressivas contra todos, indistintamente", afirmou.

Boletim de ocorrência – Carmelino Rezende disse ao Campo Grande News que prefere não se pronunciar sobre a agressão, mas afirmou que 21 dos 32 conselheiros da Ordem registram boletim de ocorrência na 3ª Delegacia de Polícia da Capital. Procurado, Carlos Magno não atendeu aos telefonemas da reportagem.

Carlos Marques afirmou que o caso será encaminhado para o Conselho Federal da OAB. "Vamos agora exigir uma postura rápida do Conselho Federal, único com competência para tirar o tirano da OAB, que precisa afastar de suas atribuições o Presidente Julio Cesar. Não é razoável que ele conduza os destinos da Ordem depois de tudo o que fez e contra a vontade de toda a administração", atacou, em postagem na rede social.

"Não é razoável que fiquemos reféns dessa situação e de um único advogado. Não é razoável que tenhamos que renunciar coletivamente depois de conquistar o mandato coletivamente nas urnas, quando apenas o Presidente fez um contrato fraudado para ganhar dinheiro público e ainda tenta dar um GOLPE na OAB", frisou.

"Basta. O Presidente precisa ocupar sua posição de réu e sair da OAB. Nós advogados não podemos continuar reféns desse ditador e que só acaba com a história da nossa Instituição. O simples fato da maioria maciça da administração estar contra o Presidente demonstra o quanto rápido o Conselho precisa agir e retirá-lo da presidência da Ordem", defendeu, aumentando a crise na instituição, que durante décadas foi referência no combate à corrupção e na cobrança do cumprimento da Constituição no País.



eu nunca confiei em nenhum advogado e por isso nada disso é novidade pra ninguém!!!
 
nunes leblom em 22/02/2014 19:31:05
RESUMO "GRANA"
 
MARIO COSTA DE ALMEIDA em 22/02/2014 07:32:23
É rolo na prefeitura, é rolo na OAB, é rolo em tudo... Isso que dá eleger tomador de decisão que comprou diploma ali na esquina. Falácias e mais falácias. Lamentável, é por isto que digo que, no Brasil, somente professor com no mínimo 5 anos de trabalho deveria poder concorrer a cargos de chefia nas instituições. Onde já se viu deixar amador e analfabeto virar tomador de decisão. Inversão de valores. Para quê se paga educação neste país, se ela não serve como requisito para as escolhas. É dinheiro jogado no lixo, da formação, à detenção.
 
Fernando Giardino em 21/02/2014 23:09:42
Esse adevogado magno couto é filho de policial militar, o julio cesar pesidente da OABMS é filho de policial militar. Logo, eles são compadres. O bernal é o anticristo, ele veio para destruir, tá destruindo Campo Grande e a OABMS. Com essa babada de ovo do Magno coito, o bernal vai dar um cargo bom pra ele na prefeitura. É tudo farinha do mesmo saco, passa a régua.
 
gerferson junior em 21/02/2014 22:54:32
Oab, TJMS, MPMS, Prefeitura, Camaras dos deputados, vereadores, Governadoria, Secretarias, Policia Civil e Militar... O fato é que ninguém mais tem fé nas instituições públicas, cada dia um escândalo em uma instituição diferente, todas corrompidas e desmoralizadas.
 
Lucas Silveira em 21/02/2014 21:00:41
Prende todo mundo e pronto.
 
santos filho em 21/02/2014 20:01:28
Tudo culpa do Sr. Leonardo Duarte, ele criou essa corja, ele elegeu seu sucessor... a onde esta ele agora para colher o s frutos de seu plantio..... Arrastou a sujeirada do TJMS e da Prefeitura para dentro da OAB, essa intituicao que se mostrou isenta nos últimos anos nunca foi a mesma depois de Leonardo, escândalos e sujeira pra todo lado... uma vergonha nacional para a classe....
 
Eduardo Serafin Jr em 21/02/2014 19:06:56
Infelizmente a OAB Nacional seguida das Seccionais dos Estados há muitos anos (mais de vinte anos) vem em decadência acelerada. Não não lidera nem sustenta qualquer bandeira de interesse do País. E o País está repleto de mazelas de toda natureza. Ah que saudades de Raimundo Faoro, Seabra Fagundes. A atrofia da OAB me mortifica. Que pena!
 
antonio de araujo chaves em 21/02/2014 19:00:40
TEM GENTE QUE AFIRMA QUE O CÉU E O INFERNO É AQUI NA TERRA, EU TENHO CERTEZA QUE A OAB NÃO É O CÉU.
 
jorge ferreira em 21/02/2014 18:54:41
Doi na alma o que aconteceu e o que esta acontecendo com nossa gloriosa Ordem, nesse momento de turbulência, é preciso muita calma, paciência uma vez os ânimos exaltados, o presidente do conselho deveria suspender imediatamente os serviços, antes de ter acontecido as vias de fato e acusações, faltou experiência e equilíbrio, para servir de exemplo, o conselho deveria convocar uma sessão extraordinária para excluir esse conselheiro Carlos Magno que foi o pivô dessa vergonha; "chamar o Carmelindo Rezende de velho, é o mesmo que cometer um sacrilégio", sou contemporâneo desse grande advogado, tenho saudades dele quando presidente da Ordem, tem uma folha inabalável, trabalhador, sério e competente, educado e de boa índole, esse colega Magno poderá ser processado por agressão, e indenizat
 
Periperis Rodrigues do Prado em 21/02/2014 18:44:42
Acho que deveriam ir ao procon pedir direito a voto novamente, ou quem sabe, ir na defensoria publica, buscar um bom advogado
 
Gustavo Alves em 21/02/2014 18:10:36
Efeito colateral da associação com o Bernal, ainda bem que a classe dos advogados não portam armas, senão ia ser o maior bang bang lá pras bandas da OAB, credo.
 
Antonio Mazeica em 21/02/2014 18:08:58
De golpe em golpe, o poder financeiro vai que vai... Primeiro era a Prefeitura, agora, quem diria, a OAB, mas só pode ser no MS. Manchando sua história um movimento planejado de golpista, desproporcionar e alucinados. Interessa a quem, para mim só aqueles que sempre manipularam e não cumpriram com o papel histórico que representa a entidade. Um pena!
 
Walter Gomes de Sousa em 21/02/2014 18:07:55
São os que deveriam dar exemplo!!
 
Paulenir de Barros em 21/02/2014 18:06:13
E ainda se acham "Doutores"...
 
Filipe Alberto em 21/02/2014 18:03:36
Que pena gente, mas honestidade e integridade, estão em falta no Brasil; infelizmente. A "fabrica" desses itens fechou mais ou menos no final dos anos 70; quando a esposa deixou seu lar em mão de terceiros e foi trabalhar. Ninguém pode demonstrar aquilo que não tem. Não é machismo, é necessidade real mesmo. Quem molda o caráter de uma sociedade são as mães e ninguém mais.
 
Gilberto Ozuna em 21/02/2014 17:52:22
A OAB representa outra coisa e não isso aí. A OAB/MS, há muito, se transformou em cabide político e fonte de poder econômico, sustentado pelas anuidades de seus inscritos.
Ao Advogado, não temos visto tanto interesse da OAB em representá-los. Mas qualquer questiúncula politica que os ponha em evidência, ai sím, lá está a OAB, garbosa, defendendo o mundo!! Vamos voltar ao início, porque a ordem dos advogados do Brasil, antes de defender a população das mazelas do mundo, foi criada para defender as prerrogtivas e direitos dos Advogados, e isto ela não faz mais, porque não tem tempo para isto.
 
Edson Junior em 21/02/2014 17:46:52
A OAB/MS esta igual a prefeitura de Campo Grande.
 
Gilberto Pereira em 21/02/2014 17:42:53
Uma pergunta, sem qualquer intenção de adentrar ao mérito da divergência ocorrida hoje na sessão na OAB: Qual ou quais os motivos que levou ou levaram a gloriosa Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional de Mato Grosso do Sul - não se posicionar acerca das suspeitas levadas ao Poder Judiciário a respeito do Concurso de Fiscal e ATE? O ex-presidente Leonardo Avelino Duarte, até então componente da bancada examinadora deste concurso, mentiu descaradamente quando questionado sobre a participação de uma prima, negou veementemente. Com a palavra a OAB/MS.......se pronunciei OAB...
 
Pedro Alcântara Medeiros em 21/02/2014 17:28:49
Manter a "ORDEM" que bom nada ...
 
junior araujo em 21/02/2014 17:07:20
Caramba! é OAB ou baile funk?
 
Marcos Jose em 21/02/2014 16:13:32
TODOS VOCÊS TÊM DE SAIR URGENTEMENTE DA OAB, NÃO PODE FICAR NINGUÉM AI, BAIXARIA, SAIAM TODOS, VOCÊS NÃO TÊM ESTATURA MORAL PARA COMANDAR ESSA ENTIDADE.
 
luis cerqueira da silva em 21/02/2014 15:53:25
MEU DEUS, QUE VERGONHA, E O ÓRGÃO FEDERAL NÃO VAI FAZER NADA?
 
amarildo soares mello em 21/02/2014 15:49:06
BOM PARA OS ADVOGADOS QUE ISSO ACONTEÇA, TALVEZ NA PRÓXIMA APRENDAM A VOTAR MELHOR!
ESSA BAIXARIA ESTAVA ANUNCIADA, O "AMOR" DESSE GRUPO TINHA DIA PARA ACABAR E ACABOU!
 
maria dos santos ferro em 21/02/2014 15:48:42
SENHORES:
QUEM COMANDA A OAB ATUALMENTE SÃO GRUPOS ANTAGÔNICOS QUE SE REUNIRAM APENAS PARA GANHAR AS DUAS ÚLTIMAS ELEIÇÕES, RESULTADO: ÓDIO PURO E PREJUÍZO AOS ADVOGADOS E PARA TODA A CATEGORIA.
COMO EU NÃO VOTEI NESSE ATUAL PRESIDENTE, AZAR DE QUEM VOTOU
 
marcelo ribeiro motta em 21/02/2014 15:47:13
ALGUÉM TEM QUE TIRAR ESSE PESSOAL DO COMANDO DA OAB, ELES NÃO TÊM PREPARO PARA LÁ ESTAR, ESSA OAB ERA RESPEITADA, ACABARAM COM A ENTIDADE!
 
jorge luiz tosta em 21/02/2014 15:46:00
SENHORES ADVOGADOS, ESSE GRUPO QUE HOJE BRIGA PARA COMANDAR A OAB DE MS ESTAVA JUNTO NA ELEIÇÃO PASSADA E RETRASADA, AGORA ESTÃO SE "MATANDO" E EXPONDO TODOS OS ADVOGADOS DO ESTADO A ESSA VERGONHA E VEXAME !
VEJAM, ASSISTAM E LEMBREM DISSO NA PRÓXIMA ELEIÇÃO PARA NÃO ERRAR MAIS, CHEGA, TINHAMOS UMA OAB RESPEITADA QUANDO O FÁBIO TRAD ERA PRESIDENTE, DEPOIS DELE, É SÓ VERGONHA E NOTÍCIAS POLICIAIS.
 
nadir duarte cunha em 21/02/2014 15:45:07
Depois falam que a polícia é truculenta. Belo exemplo de democracia. kkkkkkkkk
 
Renato Pereira em 21/02/2014 15:41:05
É uma vergonha!!! Este presidente da OAB e seus contratos os quais não conheço o conteúdo mas se não forem ilegais são com certeza imorais, pelas circunstâncias; Onde está a ÉTICA este Sr. dava aulas em universidade deveria ter respeito se não com ele mesmo com as demais pessoas que por acaso não são de tudo IDIOTAS.
Boa sorte a OAB
 
JOSE AUGUSTO REIS DE LACERDA em 21/02/2014 15:39:40
Eita maravilha, por onde este prefeito passa causa bagunça e confusão, na minha vida nunca vi um administrador transformar a casa legislativa numa baterna sem fim, mandando ir ate o local comissionados, comunitários que estão nomeados em seu gabinete, pessoas ligadas a movimentos onde só existe desorganização e ate mesmo secretários faltarem com respeito os vereadores e agora gostaria de saber por qual motivo contratou o presidente da AOB/MS defender uma causa que se quer é especialistas e mais ainda, gostaria de saber por que este defensor do Julio Cesar queria tumultuar a reunião? por onde anda a maquina as pessoas fazem de tudo para continuar do lado dela, por que sera?
 
Leandro Fernando em 21/02/2014 15:38:31
Depois esses mesmos advogados são contratados para defender um ou outro que perdeu a cabeça e partiu para a agressão física
 
Alex André de Souza em 21/02/2014 15:20:47
Se a situação esta feia com advogado fica melhor, quer dizer pior. Irresponsável este Carlos Magno. Pelo jeito que as coisas andam nossas instituições faliram, principalmente as instituições ligadas a justiça. Isto é uma vergonha.
 
Samuel K. Ramos em 21/02/2014 15:20:32
existe somente uma palavra pra tudo isso... PALHAÇADA...
 
Rose Farfan em 21/02/2014 15:17:36
Ah... Esses "adevogados"...
 
Juliana Maldonado em 21/02/2014 15:10:12
Se há suspeita de coisas flaudulentas dentro da ordem onde será que vai ter honestidade- se são eles que pregam e vive a moralidade na pele, a população fica sem chão para pisar, oque esta faltando para os homens publicos deste país são ética, patriotismo e respeito para com o usuário contribuit
 
claudeci candido barbosa em 21/02/2014 15:09:06
Esses sao os advogados que defendem os cidadaos? Bando de anti éticos que envergonham a classe.
 
Paulo Sergio em 21/02/2014 14:55:39
é baixaria pra todos os lados......UMA VERGONHA!!!!
 
ELIO SANTOS em 21/02/2014 14:52:09
Seriam cômicos se não fossem trágicos esses fatos que tem acontecido na OAB. Uma das últimas instituições com credibilidade e seriedade neste país, se prestando a um papelão desse, com esse tipo de gente e de atitudes... é o cúmulo do absurdo! Envergonha a classe e entristece o povo pois se nem aqueles que deveriam zelar pelas leis, pelo Estado Democrático de Direito estão fazendo as coisas corretamente, o que exigir do leigo, do homem médio? Nossa cidade vai de mal a pior e nosso país também segue neste mesmo rumo...
 
Roger Lopes em 21/02/2014 14:50:42
Gente, esse ai da foto é o professor Claudio Guimarães da UCDB??
 
Amaraline garcia em 21/02/2014 14:48:41
Nem ao céu e tampouco à terra. A atual gestão não tem a mínima condição de permanecer à frente da administração da OAB. Nem o Júlio e nem os seus ex-companheiros que ajudaram a elegê-lo. Intervenção do Conselho Federal e convocação de novas eleições seria o melhor caminho.
 
Edir Viégas em 21/02/2014 14:48:23
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions