A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Agosto de 2017

30/10/2016 14:48

TSE registra 197 crimes eleitorais no segundo turno em todo o país

Ricardo Campos Jr.

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) registrou 197 ocorrências de crimes eleitorais em todo o país neste domingo (30), quando mais de 32 milhões de eleitores voltam às urnas para o segundo turno da disputa. Conforme o órgão, na maior parte dos casos os crimes foram praticados por eleitores que praticavam propagandas irregulares.

Em todo o país houve somente dois casos envolvendo candidatos, ambos no Ceará e sem resultar em prisão dos envolvidos. O estado nordestino concentra o maior número de ocorrências (137), seguido por Rio de Janeiro (8) e Pará (4). No total de casos praticados por não candidatos, 22 resultaram em prisões. Apenas no Rio de Janeiro, 13 eleitores acabaram presos.

Conforme o TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral), em Campo Grande, única cidade de Mato Grosso do Sul com disputa de segundo turno, foi registrado somente um caso de crime eleitoral até o momento.

Trata-se de uma mulher identificada apenas como Maria que estava fazendo boca de urna na escola municipal Arlene Marques Almeida, no Jardim Canguru. Ela foi presa e encaminhada para a sede da PF (Polícia Federal). A Justiça Eleitoral não deu mais detalhes sobre o caso.

Problemas – Em todo o país, 519 urnas de um total de 90.532 foram substituídas até o início da tarde. Maranhão, Pará e Mato Grosso são os únicos estados dos 20 onde estão sendo realizadas as votações que não tiveram substituições até o momento. O Rio de Janeiro lidera o número de trocas (167), seguido por São Paulo (81)

Foram reservadas 12 mil urnas reserva para substituírem aquelas cujos problemas não puderem ser solucionados.

Na Capital sul-mato-grossense, o número de urnas que apresentaram defeito durante a votação neste domingo (30) subiu para 17. Na maioria dos casos os técnicos conseguiram consertá-las e a votação prosseguiu normalmente, como por exemplo em uma seção cujo aparelho não funcionava por defeito no disjuntor do prédio.

Somente duas tiveram que ser trocadas. Uma delas estava na Faculdade Unigran e teve problemas no software e outra, na Escola Estadual Maria Rita de Cássia apresentou defeito no teclado.

Mulher é presa por fazer boca de urna em escola no Jardim Canguru
O número de urnas que apresentaram defeito durante a votação neste domingo (30) subiu para 17, segundo informações do TRE (Tribunal Regional Eleitora...
Juiz Sérgio Moro nega suspensão de segundo interrogatório de Lula
O juiz federal Sérgio Moro negou nesta sexta-feira, 18, o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para adiar seu interrogatório m...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions