ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SEGUNDA  24    CAMPO GRANDE 22º

Política

Vaga na Câmara de Vereadores vira briga judicial

Segundo advogado de Gian Sandim, chegou-se a conclusão de que vaga é do PSDB e não de Lívio

Por Lucas Mamédio | 14/05/2024 18:32
Gian Sandim deve questionar judicialmente convovação de Dr Lívio para Câmara Municipal (Foto: Arquivo Pessoal)
Gian Sandim deve questionar judicialmente convovação de Dr Lívio para Câmara Municipal (Foto: Arquivo Pessoal)

Os advogados do 8º suplente de vereador, Gian Josetti Sandim (PSDB), Gian Sandim, devem ingressar com mandado de segurança contra o presidente da Câmara Municipal, Carlos Augusto Borges, o "Carlão" (PSB),  para dar posse a ele e fazê-lo assumir a vaga na Câmara Municipal de Campo Grande deixada por Claudio Jordão de Almeida Serra (PSDB), o Claudinho Serra, que pediu afastamento médico.

A informação foi confirmada pelo advogado Régis Santiago, que faz parte do corpo de advogados procurados por Gian nesta terça-feira (14). Segundo o jurista, após analisar o caso, chegou-se a conclusão de que a vaga deve ficar com Gian, porque é o único que se manteve fiel ao partido, e não com Dr. Lívio (União), que foi convocado nesta terça (14) e hoje está no União Brasil.

“Nosso entendimento analisando a lei é que a vaga é do partido e não do candidato e ele (Gian) é o único dos suplentes que se mantiveram no partido. Devemos entrar com mandado de segurança contra o presidente da Casa nesta quarta (15)”, explicou o advogado.

Gian conquistou apenas 1.227 votos nas eleições de 2020 e ficou como 8º suplente do partido. À frente dele estavam outros cinco ex-vereadores que obtiveram maiores votações no pleito de 2020, mas que saíram do PSDB e migraram para outras siglas para disputar as eleições em 2022, deixando Sandim como o próximo na linha de sucessão. Livio Leite mudou para o União Brasil; Junior Longo para o Republicanos; Wellington de Oliveira, o Delegado Wellington para o PL; Antônio Cruz para o MDB e Cida do Amaral para o Republicanos.

Dr. Lívio convocado

Foi publicada na edição extra do Diário Legislativo da Câmara Municipal de Campo Grande a convocação do suplente Lívio Viana Leite (União Brasil) para assumir a vaga de Cláudio Serra Filho (PSDB). De acordo com a publicação desta terça-feira (14), o suplente deve comparecer a Casa de Leis no prazo de 30 dias, a partir de hoje com a cópia do Diploma de Vereador, expedido pelo TRE (Tribunal Regional Eleitoral), a Declaração de Bens e a Declaração de que não possui incompatibilidades para o exercício do mandato.

Prisão de Claudinho Serra

O tucano foi preso em 3 de abril, na 3ª fase da Operação Tromper, acusado de ser o mentor de um grupo que desviava recursos da Prefeitura de Sidrolândia, quando atuou como secretário de Fazenda na gestão sogra e atual da prefeita Vanda Camilo (PP).

Faltando apenas três sessões para perder o mandato de vereador Claudinho, pediu afastamento por um mês, que conta desde o dia 30 de abril. Ele apresentou atestado médico por estar "psicologicamente abalado". Preso por 23 dias, o vereador contou que viu um homem morrer no presídio, o que o deixou transtornado, por isso a necessidade de tratamento.

Nos siga no Google Notícias