ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SEGUNDA  24    CAMPO GRANDE 22º

Política

Carlão diz que vai convocar Lívio para vaga de Claudinho na Câmara

Presidente afirma que publicará convocação na manhã desta terça; Claudinho está afastado por motivos médicos

Por Lucas Mamédio | 13/05/2024 19:09
Vereador Carlos Augusto Borges durante sessão na Câmara Municipal (Foto: Izaías Medeiros)
Vereador Carlos Augusto Borges durante sessão na Câmara Municipal (Foto: Izaías Medeiros)

O presidente da Câmara Municipal de Campo Grande, vereador Carlos Augusto Borges, o "Carlão" (PSB), disse que vai convocar o 3º suplente, Lívio Viana Leite (União Brasil) para assumir temporariamente a vaga do vereador Cláudio Serra Filho (PSDB), afastado desde o dia 30 de abril após apresentar um atestado médico.

“O terceiro suplente diplomado é o Lívio. Amanhã (terça) de manhã eu vou baixar uma publicação e vou convocar ele. Amanhã cedo eu convoco e ele tem um prazo para assumir”, disse Carlão.

O presidente da Câmara, porém, disse que o período de vigência do mandato de Livio vai durar enquanto titular não voltar, o que, neste caso, é no mínimo de 15 dias. Lembrando que o afastamento médico pode ser prorrogado.

Carlão não atendeu ligação, mas conversou com a reportagem por texto. Porém, ao ser questionado como Lívio assumiria a vaga sendo de outro partido, ele não respondeu.

Conforme definição do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), nas eleições proporcionais, o mandato eletivo não é um direito pessoal do candidato, mas do partido, o que implica em uma obrigação de lealdade partidária.

Dr Livio, hoje no União Brasil, deve ser convocado por Carlão (Foto: Divulgação)
Dr Livio, hoje no União Brasil, deve ser convocado por Carlão (Foto: Divulgação)

Prisão e atestado médico - “Claudinho Serra” foi preso em 3 de abril, na 3ª fase da Operação Tromper, acusado de ser o mentor de um grupo que desviava recursos da Prefeitura de Sidrolândia, quando atuou como secretário de Fazenda na gestão sogra e atual da prefeita Vanda Camilo (PP).

Faltando apenas três sessões para perder o mandato de vereador Cláudinho, pediu afastamento por um mês, que conta desde o dia 30 de abril. Ele apresentou atestado médico por estar "psicologicamente abalado". Preso por 23 dias, o vereador contou que viu um homem morrer no presídio, o que o deixou transtornado, por isso a necessidade de tratamento.

Diploma de 3º suplente apresentado por Dr. Livio à Câmara (Foto: Reprodução)
Diploma de 3º suplente apresentado por Dr. Livio à Câmara (Foto: Reprodução)

Possíveis outros nomes - Nas eleições de 2020, o PSDB conquistou 3 das 29 cadeiras na Câmara Municipal, com os vereadores João César Mattogrosso, Juari Lopes e João Rocha. Entretanto, em 2023, Mattogrosso assumiu o cargo de deputado estadual, abrindo espaço para o 1º suplente, Ademir Santana, que após 1 ano de mandato renunciou ao cargo. Assim, o 2º suplente, Claudinho Serra, foi empossado definitivamente.

Com a prisão de Claudinho Serra, a vaga como vereador em Campo Grande, por aproximadamente oito meses, “cairia no colo” de Giancarlo Josetti Sandim, que conquistou apenas 1.227 votos nas eleições de 2020 e ficou como 8º suplente do partido.

À frente dele estavam outros cinco ex-vereadores que obtiveram maiores votações no pleito de 2020, mas que saíram do PSDB e migraram para outras siglas, incluindo Livio, para disputar as eleições em 2022, deixando Sandim como o próximo na linha de sucessão.

[ * ] Matéria alterada às 19h50 para correção de informações.

Receba as principais notícias do Estado no WhatsApp. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nas redes sociais: Facebook, Instagram e TikTok

Nos siga no Google Notícias