A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

04/03/2015 14:38

Vander gastou R$ 888 mil com passagens, o 2º maior na Câmara

Ranking é liderado por João Pizzolatti, deputado de Santa Catarina

Juliene Katayama e Leonardo Rocha
Vander disse que o levantamento soma os seis anos de mandato, um longo período (Foto: Marcelo Calazans/Arquivo) Vander disse que o levantamento soma os seis anos de mandato, "um longo período" (Foto: Marcelo Calazans/Arquivo)

O deputado federal sul-mato-grossense, Vander Loubet (PT), foi o segundo parlamentar do País que mais gastou dinheiro em viagens, segundo o levantamento do Congresso em Foco. Ao todo, a Câmara Federal pagou R$ 888.079,71 em passagens aéreas do petista.

Vander disse que o levantamento é referente aos seis anos de mandato. Além disso, o benefício se estendeu aos assessores que o acompanham no Estado. "Meu deslocamento entre Brasília e MS é constante e esse levantamento abrange seis anos, um período longo de tempo. Além disso, não apenas eu, mas também alguns assessores que auxiliam minha atividade parlamentar tanto em MS quanto aqui em Brasília fazem uso das passagens”, disse em nota.

O petista ressaltou que o benefício foi utilizado seguindo o regimento da Casa. “E o mais importante: o uso desse benefício segue todas as normas da Câmara dos Deputados e inclusive de transparência pois as informações podem ser consultadas no portal da Câmara", enfatizou Vander.

Conforme o levantamento, que analisa desde 2009, quando a Câmara acabou com a farra do benefício, João Pizzolatti (PP-SC) lidera o ranking. O progressista gastou R$ 967.533,58 em deslocamento entre a cidade natal e o Distrito Federal. O valor supera o do ex-presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN).

Os outros parlamentares da lista são: Eduardo da Fonte (PP-PE) – R$ 877.805,52 -; Luciano Castro (PR-RR) – R$ 873.663,44 -; Vicente Arruda (Pros-CE) – R$ 856.333,07 -; Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) – R$ 763.414,24 -; Fábio Ramalho (PV-MG) – R$ 735.395,83 -; Henrique Afonso (PV-AC) – R$ 724.476,70 -; José Chaves (PTB-PE) – R$ 724.000,37 -; Fernando Coelho Filho (PSB-PE) – R$ 719.750,04.

Companheiras – Depois da polêmica da concessão de passagens à mulher dos deputados, a Mesa Diretora da Câmara revogou o ato, na terça-feira (3). Segundo o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), a decisão foi influenciada pela repercussão negativa da medida. A decisão acontece depois do MPF (Ministério Público Federal), em Brasília, recomendar a revogação do ato.



Que somasse 20 anos de viagens, é quase 1 milhão gasto em viagens inexistentes.
 
Max em 04/03/2015 16:58:51
Lamentável!! O cara gastar 150 mil reais por ano com passagens aéreas!!! Indignado!! O Brasil está no fim do poço mesmo!!
 
Rodrigo em 04/03/2015 15:33:57
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions